exibições 78

Predestinados

Agona


Hoje foi o dia em que a morte abriu seus braços
Hoje foi o dia em que foram desfeitos os laços
Ponteiros regrediam após não saírem do lugar
Perfeito e escrito o dia em que nada há

Encare a dor de olhos abertos
O real cada vez mais perto
Para o alvo, o tiro certo
Predestinados desde o feto

Encare a dor de olhos abertos
O real cada vez mais perto
Para o alvo, o tiro certo
Predestinados

Outras vidas morrendo no andar em cima ao meu
Como um lobo na geleira, tudo me esqueceu
Ponteiros regrediam após não saírem do lugar
Perfeito e escrito o dia em que nada há

Encare a dor de olhos abertos
O real cada vez mais perto
Para o alvo, o tiro certo
Predestinados desde o feto

Encare a dor de olhos abertos
O real cada vez mais perto
Para o alvo, o tiro certo
Predestinados

Predestinados
Predestinados
Mortos-vivos

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais no Blog