exibições 5.796

Dito Pelo Não Dito

Ascendência Mista


Agora eu e quem comando a festa
Tem gente que diz que de graça ate injeção na testa
O que vem fácil vai fácil e muito fácil não presta
Então o que me resta
Escrever uma rima enquanto a idéia deságua
Água mole em pedra dura tanto bate ate que acaba a água
Porque o que bom dura pouco como alegria de pobre
Que paga imposto pra nobre
Viciado em farinha
Que nada no dinheiro como o tio patinhas
Com a piscina lotada
Quem ri por ultimo e porque não entendeu a piada
Eu cansei de escutar desde criança
Que quem espera sempre alcança
Ao contrario quem espera cansa
E perde a esperança
Aquela que morre por ultimo maior de idade
Seria ate maldade
Dizer que no brasil o dinheiro não traz felicidade
Os últimos serão os primeiros na desigualdade
Quando o assunto esta de rosca
E porque a boca fechada já engoliu a mosca
Aquela que tinha caído na sua sopa
E agora ta ferrado
Não adianta chorar o leite derramado
Sem da um gole
A rapadura e doce mas não e mole
Quem disse que tudo que sobe, desce não estava errado
E só olhar o valor do real do mercado
E que nem o titanic que não afunda
Mentira cabeluda pra baixo todo santo ajuda
Agora e pra cima que a coisa muda
Deus só ajuda quem cedo madruga
Mas o coelho perde a corrida para tartaruga
Eu paro o primeiro verso senão vou ficar rouco
Afinal de louco quem não tem um pouco
Só pra finalizar
Eu to entrando na chuva e pra me molhar


2x
É diferente mas tem conteúdo
Melhor ouvir isso do que ser surdo
Se você não assimila não adianta
Mas pelos menos quem canta os males espanta


Tudo que sobe desce
Mas de repente cresce e aparece
Sabe como e que e
Se maomé não vai a montanha
A montanha vai ate maomé
E quem avisa amigo e
Porque uma andorinha só não faz verão
Mas varias delas garantem uma votação
Ainda mais pagando bem que mal tem
Só que quem muito quer nada tem
Há males que vem para bem
Como vice-versa
E seu mandato pode ser caçado
O que e um peido pra quem ta cagado
Por isso eu digo antes só que mal acompanhado
Quem cala consente eu não fico calado
Mesmo sabendo que a corda arrebenta do lado mais fraco
Os piores venenos vem nos menores frascos
Por isso eu sigo fora da regra
Que nem o dito vaso ruim não quebra
Quanto maior o seu tamanho
Maior sua queda
Quem ajoelha, reza
E camarão que dorme, a onda leva
E não precisa ser esperto pra saber que sempre foi assim
Com os meios sempre justificando o fim


Refrão 2x

A união faz mais açúcar do que a força
Não tem solução
Nem a pratica leva a perfeição
Porque ninguém e perfeito sendo anjo ou capeta
Desculpa de aleijado sempre foi muleta
Na terra de cego quem tem um olho e rei
Eu tenho dois e não mando em ninguém
E nem e minha cara
Eu to ligado que mentira não tem perna curta
Mas antes tarde do que nunca
Cavalo dado não se olha os dentes
Depois da tempestade sempre vem as enchentes
E eu procuro a bonança
Se esta com dúvidas põe na balança
Pensa um pouco e não fica a toa
Quem foi rei não perde a majestade mas perde a coroa
Não e só panela velha que faz comida boa
Se criticarem meu estilo, que se cuidem
Os incomodados que se mudem
Ou mude de opinião
Porque em casa que falta pão
Todo mundo briga e ninguém tem razão
A muito tempo a ocasião e que faz o ladrão
Uma mão lava outra e essa que e a treta
Para bom entendedor um pingo se faz letra

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais no Blog