exibições 2.103

Não sou jorge aragao mais também sou atrevido
O rap minha vida a verdade meu compromisso
Vagabundo fica puto quando eu rimo em prosa e verso
Meu som bate pesado meu som rachaconcreto
A esperança no fechado e também no semi-aberto
Causa eco nos barraco causa eco nos boteco
A invejinha fica louca, quer saber do meu segredo
Filho da puta do aliado deve ter partido com o demo
Hip, sai de mim zika, hip sai de mim zika
Trata de sair foi Deus quem me fez assim
Não caio do cavalo, nem do burro e nem do galho
Levanto de madrugada e bebo pingo de orvalho
Nois é caipira mas nois é joia
Tem quem é do contra mas tem muitos que apoiam
Sempre fui assim e não vou mudar
Quem gostou, bem, quem não, amém
Vem me desvendar
Sou o mistério que invade a sua mente
Nem tente, nem tente, tô armado até os dente
De idéia efervecente, firme e forte, consciente
Sou a mutação de trás a paz em forma de gente

O amor, viva viva!
A paz, viva viva!
Saúde, viva viva!
FDM na ativa!
Zé invejinha, sai fora!
Traíra, sai fora!
Covarde, fora, fora, sai fora, sai fora!

Eu vou dar um rolê mas já deixo avisado
Se alguém bater na porta, favor, muito cuidado
Recomendo que os de dentro, vê bem quem tá de fora
O amor deixa entrar e a inveja manda embora
Deus é o amor, a inveja é o diabo
E sepá você tá correndo é com o inimigo lado a lado
Ele come na tua mesa e te chama de aliado
E quando você vira as costas ele cospe no teu prato
Quer comer sua mina, quer roubar seu prestígio
Cresce o zóio no teu carro, na tua 9 milímetros
Se toca o celular, quem é? já vem a febre
Zé invejinha não tem nome, a carapuça é de quem veste
Meu rap sai faísca se trombar com o negativo
O choque é de 1 milhão pois meu som é positivo
A humildade no limite mas se penso logo existo
FDMB é o esquadrão do raciocínio

O amor, viva viva!
A paz, viva viva!
Saúde, viva viva!
FDM na ativa!
Zé invejinha, sai fora!
Traíra, sai fora!
Covarde, fora, fora, sai fora, sai fora!

Lealdade e humildade são agulhas no palheiro
Paga-pau e camarada eu tenho no Brasil inteiro
Mas ó, daquele jeito, negão, sempre ligeiro
De boas intenções o inferno anda cheio
Forma a roda da ciranda, vamos todos cirandar
Aprendi no Pernambuco e vim cá pra te contar
Parecia sonho aquela linda união
Não importa classe ou cor, todos apertando as mãos
Aproveita a roda, me leva pro São João
Pega os toco lá no mato e taca fogo sangue bom
Pega a batata do invejoso e põe na brasa pra assar
Pega os pipoca vaidoso e põe no fogo pra estourar
A letra da canção é pra provar que a amizade
Vale mais que qualquer jóia não importa seu quilate
Respeito meus parceiros valorizo a irmandade
Mas meu melhor amigo nunca fala, só late

O amor, viva viva!
A paz, viva viva!
Saúde, viva viva!
FDM na ativa!
Zé invejinha, sai fora!
Traíra, sai fora!
Covarde, fora, fora, sai fora, sai fora! (2x)

Add a playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir