exibições 3.735

Um dia
Sonhei um porvir distante
E coloquei no meu sonho
Um pedestal bem alto
Não podia
E por isso me condeno
Sendo do morro e moreno
Amar a deusa do asfalto.
Um dia
Ela casou com alguem
Lá do asfalto também
E dizem que bem lher quer
E eu
Trista boêmio da rua
Casei-me também com a lua
Que agora é minha mulher
É cantando
Que carrego a minha cruz
Abraçado ao amigo violão
É é é é é
Cantando
Que afasto do coração
Essa mágoa
Que causou a minha dor
Se não fosse
O amigo violão
Eu morria de saudade e de dor.

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais no Blog