exibições 201

Prometheus de Nossa Felicidade

Eu Contra o Mundo


tivemos de vender nossos sonhos de infância
e aceitar uma escravidão assalariada
permitimos que fabricantes de felicidade
desenhem nossos desejos e os trasformem
num futuro ideal, que sempre perseguiremos

é tão fácil fingir que um futuro moldado por nosssos sonhos nos aguarda
e que o tempo destrói as barreiras que nos impedem de sorrir
esse sempre foi seu maior conforto

vamos viver as poesias que não soubemos escrever
fazer de nossas vidas nossa maior obra de arte
futuro e passado se resumem a nada

a revolução que mais almejamos é a do aqui e agora.

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais no Blog