tradução automática via Revisar tradução

El Amor Brujo

De silencio se apoderó
Una nueva amanecida
Se secó el dolor de una flor
Llora un sauce

Tras sus pasos muere la luz
La vida está de retirada
Se pudrieron las olas del mar
Hechizadas

Él es el dueño de tu soledad
De tu oscuridad
Él es eterno
Han anidado las penas en él
Es el marqués del edén

Deja de llorar
Soy tu libertad
Soy la tentación
Soy la libre opción

No soy lo que ves
Soy todo al revés
Donde ves maldad yo
Veo humanidad

De tinieblas, su corazón
De vagar, su alma cansada
Son sus labios trampas de amor
Embrujadas

En sus entrañas brota una flor
Con olor a despedidas
Se marchitan sueños en él
Profecías

Él es el hombre del dulce pecar
Es el marqués, de la mirada triste
A melancolía le huele su ayer
El desterrado es él

Deja de llorar
Soy tu libertad
Soy la tentación
Soy la libre opción

No soy lo que ves
Soy todo al revés
Donde ves maldad yo
Veo humanidad

Donde nacen tus miedos
Allí mora él
Cementerio de almas
Dan forma a su piel
Es el hombre sin sombra
Perpetuo desdén
Amor brujo en el edén

Deja de llorar
Soy tu libertad
Soy la tentación
Soy la libre opción

No soy lo que ves
Soy todo al revés
Donde ves maldad yo
Veo humanidad

O amor da bruxa

Silêncio apreendido
Um novo amanhecer
A dor de uma flor secou
Chore um salgueiro

A luz morre depois de seus passos
A vida está recuando
As ondas do mar apodreceram
Enfeitiçado

Ele é o dono da sua solidão
Da sua escuridão
Ele é eterno
Eles aninharam as tristezas nele
Ele é o Marquês do Éden

Pare de chorar
Eu sou sua liberdade
Eu sou a tentação
Eu sou a opção livre

Eu não sou o que você vê
Estou de cabeça para baixo
Onde você vê o mal
Eu vejo a humanidade

Das trevas, seu coração
De vagar, sua alma cansada
Seus lábios são armadilhas do amor
Encantado

Nas suas entranhas brota uma flor
Com o cheiro de despedidas
Sonhos murcham nele
Profecias

Ele é o homem do pecado doce
É o marquês, do olhar triste
Melancolia cheira seu ontem
O banido é ele

Pare de chorar
Eu sou sua liberdade
Eu sou a tentação
Eu sou a opção livre

Eu não sou o que você vê
Estou de cabeça para baixo
Onde você vê o mal
Eu vejo a humanidade

Onde seus medos nascem
Lá ele mora
Cemitério das almas
Dê forma à sua pele
É homem sem sombra
Desprezo perpétuo
Amor de bruxa no Éden

Pare de chorar
Eu sou sua liberdade
Eu sou a tentação
Eu sou a opção livre

Eu não sou o que você vê
Estou de cabeça para baixo
Onde você vê o mal
Eu vejo a humanidade

Original Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Enviar