Atiro rimas no pique Machine Gun Kelly (Kelly)
Vejo profissionais com flow da primeira série (série)
Acompanharam minha vida, mas ela não é série (não é série)
Tu pode fazer mandinga que não me interfere
O que cês chamam de equipe eu chamo de pérolas
Jovens células, com dom de invocar as cédulas (lá, rá, rá, rá, rá)
Pros MC corrupto, eu sou lava jato (yeah, yeah)
Meu bonde incomoda igual cheiro de merda de gato (ya-a'll)
Nasci com essa disposição pra rasgar caveirão
Vou morrer trabalhando, mas não de preocupação
Jogando os opressor no freezer, eu fico tranquilão
Mulheres jogando easy, mano, eu virei cafetão
Com a fé tão alta que vocês nunca me afetarão
Tentarão, mas eu garanto que não conseguirão
Tenta não, pois eu garanto que cês jamais serão
Estes são versos que comprovarão sua extinção
Vacilão, quantos dias tu não fuma um camarão?
Cameron Diaz waiting for me in my bedroom, hey, come on
Já que nada é perfeito, eu vou fazer de um jeito
Onde cês vão ter que mudar o conceito da palavra perfeição

Uh, sempre te falei que esse era o meu mundo (sempre te falei)
E você achava um absurdo (achava um absurdo)
A responsa desse jogo sujo é do tamanho do mundo
Músicas são tipo forcas
A cada erro um corte
Corra, lute e pense
Mesmo que demore, comemore
Viva sua vida do jeito que acha certo
Antes que seu tempo esgote

Ou antes que seu pensamento exploda (seu pensamento exploda)
O rap virou pop, mas eu quero que se foda (eu quero que se foda)
É o rap, é o funk, é o hip hop, é o rock, é o pop
É o jazz, é o reggae, é o samba, é o trap
É o blues, é o sertanejo, é a porra toda (prrr, ah)
Mais um gol de placa (prrr, ah), outro som que chapa
Tendo que ir gravar e um cuzão de farda (de farda)
Me vê, me enquadra (me enquadra) e me chama de filha da puta do nada (do nada)
Olha aqui seu guarda, guarde suas palavras (guarde)
Porque hoje tu é o pombo, mas amanhã tu pode ser a estátua
Somos um lugar em evidência agora na porra do mapa (na porra do mapa)
Pena que a gente se mata pra ver quem mais destaca (quem mais se destaca)
Eu nunca me contentei com a tal da medalha de prata (medalha de prata)
Hoje eu tô tipo Lil Uzi, trocando de amor igual eu troco de flow
Só falo o que eu sou, só quero saber
Porque o senhor não me pergunta de onde eu vim
Mas quer saber pra onde eu vou
Saber quem eu sou e não como eu estou
Nem vou falar sobre esse ódio que ainda existe
Eu quero falar de amor, fazer mais amor
Chapar no pré-voo, falar do que aprendi na pista
Dos lugares que eu já fui e que eu vou
Lucrando pelas madruga
Enquanto você dorme, certo e o errado tão abraçadão na rua

Sempre te falei que esse era o meu mundo (sempre te falei)
E você achava um absurdo (achava um absurdo)
A responsa desse jogo sujo é do tamanho do mundo
Músicas são tipo forcas
A cada erro um corte
Corra, lute e pense
Mesmo que demore, comemore
Viva sua vida do jeito que acha certo
Antes que seu tempo esgote

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Enviada por Madelene. Revisões por 3 pessoas . Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog