exibições 122

Oceano Elétrico

Projeto 23


Já faz um tempo que eu não quero mais ter que acordar.
Já faz um tempo que eu preciso de muito mais que máquinas.
Quero dizer que quanto mais eu tento, eu mais me escondo.
Quero dizer que eu estou preso em um oceano elétrico.

Já faz um tempo que eu assassinei meus próprios ídolos.
Já faz um tempo que eu aceitei: sim eu tenho vícios.
Quem são vocês? E por que parecem feitos de plástico?
Quem é você?! E por que não está sendo simpático?!

Você diz não saber que o mundo não pertence mais a nós.
E fica preso obedecendo a leis que o impedem de voar.
Se o mundo fosse mais do que sonhos...
Eu venderia minha alma pra você sacrificar o meu mal.
Venha ver: há sangue em meu rosto?

Já faz um tempo que eu não sei o que querer da vida;
E, faz um tempo, que eu venho escolhendo as saídas;
Mas, tudo bem, a minha alma nasceu do estranho.
Está tudo bem, eu só não quero amar os mesmos planos.

Alguém me ouviu neste lugar? Será que vão se lembrar
De tudo que eu disse sobre mim até o final desta semana?
Foda-se, não tenha medo cair em lágrimas!
Livre-se! E dance ao virar a outra a página.

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Bruno La Roza. Essa informação está errada? Nos avise.

Posts relacionados

Ver mais no Blog