Foto do artista Sandra

Muralhas da adolescência

Sandra


Pelas muralhas da adolescência
Vou prosseguindo
Eu vou

À procura do dia
Quando nascerá
O sol, o sol, o sol

O retrato na parede
A porta sempre fechada
Um retrato tão grande
Tão grande pra que
Cobrir de véu
De véu, de véu

Eu construo fanstasmas na noite
Negros pantanais
Quem dormirá, oh quem dormirá
É hora de deixar
Que o vento se encarregue
Das profundezas do litoral
Profundezas do litoral

Eu construo fanstasmas na noite
A voz seca da pedra
Meus pés querem um chão
Pra poder pisar
Pra poder voar
Pra poder voar

Meus companheiros...

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir