Foto do artista U.D.R.

Clube Tião Caminhoneiro Hell

U.D.R.


Seguindo pela estrada há mais de três dias e meio
Correndo pra caralho, me chamo caminhoneiro
Vou escutando country e tomando anfetamina
Olhando pro acostamento e procurando umas vadia

A vida na estrada não é maravilhosa
E pra matar o tempo, atropelo a massa idosa
Alvorada na br é pra brincar com espingarda
Aterrorizo uma família e vou logo caçar uns guardas

Carreiras no painel eu vou cheirando e dirigindo
Atropelo uma ciclista e a forço chupar meu pinto
Ela grita horrorizada, eu digo "fica calada"
A vadia não obedece e leva chumbo na cara

Tatuagem de pin-up, meu nome é tião
Ninguém me nega o rabo na cabine do meu caminhão
Maníaco na estrada, minha arma é uma carreta
Entrando a 100 por hora com o braço na sua boceta

Parada pro pf, que hora mais feliz
Uma dose de dreher e mais pó no meu nariz
Putas desavisadas que eu pego no graal
Mais carne pro meu freezer, na boléia de nergal

Os corpos pela estrada dizem pra onde vou
Estrupando andarilhos, propagando o terror
Sou mais tião que ontem, menos que amanhã
A frase do meu pára-choque é "servo de satã"

Atropelando velhas, só ando na contra-mão
Tomo álcool com rebite pra bombar meu caminhão
Na pesagem obrigatória, em fernando de noronha
Enchi meu caminhão só com cd.. maconha

Caminho livre, estrada aberta, pentagramas pelo chão
No motor, sangue de virgens envenena o caminhão
Udr é assim: deu pra um, perdeu de vez
A boléia de satã na br 666

O ms barney saiu da nossa banda
Agora dá a bunda num terreiro de quimbanda
Foi p'a são paul'adentro abraçado c'um menino
Deu crack pro coitado e ta se prostituindo

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir