Venha, venha para o cais. O pessoal é maneiro
Sai da orgia de traveco e vem foder um marinheiro
UDR sem noção, o funk tupiniquim
Promovendo orgia gay no Encouraçado Potemkim

Vanderlei tava cansado de transar com travesti
Sugeriu sair na night pra gente se divertir
Eu disse "segura a onda" e peguei o meu punhal
Pra remover as verrugas que infestam o meu pau

Terminei logo o serviço de remento do meu pau
Peguei meu buttplug e minha sonda uretral
Entrei no meu Gordini, dirigi até a doca
Cortejei um almirante que chupou minha piroca

Quando eu olhei pra baixo, me deu nojo e fiquei puto
Sua gengiva tava podre por causa do escorbuto
Um marujo bem suado, esse é meu ponto fraco
Chupo sua rola suja e ele brinca com meu saco

Quem trabalha na marinha é putanheiro e cheirador
Vanderlei já chegou junto e estrupou um estivador
Trabalhando em alto-mar o stress chega sem dó
Os marujo tão cansado de comer cu de esquimó

Quando um grita "terra à vista", rola uma festa no deque
Uns preparam a vaselina e os outros enrolam um beck
Orgia de traveco agora é coisa do passado
Só chegar no marinheiro e fazer um frango assado

Fazendo um strip, o Lars Grael içou minha vela
Com seus músculos de aço, ele quebrou minha costela
Amyr Klink bem tarado, que rasgou minha roupa
Com seu mastro eriçado invadiu a minha popa

Navegar não é preciso, o que eu preciso é de piroca
Com um pau na minha bunda, eu surfei a pororoca
Genitais Defeituosos, eu não sei o que é amar
Me fizeram de privada e me jogaram em alto mar

Eu criei meu próprio jogo, transa gay no tsnunami
E um marujo italiano me enrabou com seu salame
SS Viadagem é o nome da embarcação
Estrupando marinheiros com uma cópia do Alcorão

Um pirata do caribe fez frissom no meu iglu
Com sua língua de madeira, ele dilacerou meu cu
O buffet desse cruzeiro é a minha salvação
Meu manjar é beber porra dos homens do galeão

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir