exibições 7.026
Foto do artista Academia da Berlinda

Ela está indo embora
Escorreu entre os dedos da minha mão
Dos meus olhos, dos teus olhos
Enquanto as pedras choravam
Sentindo a falta que ela faz

Ela está indo embora
Não demora a virar coisa rara
Eu senti um tapa na cara
O mundo foi com ela
E bebi tudo que pude beber
Só pra entender essa sede de viver

Ela está indo embora
Escorreu entre os dedos da minha mão
Dos meus olhos, dos teus olhos
Enquanto as pedras choravam
Sentindo a falta que ela faz

Ela está indo embora
Não demora a virar coisa rara
Eu senti um tapa na cara
O mundo foi com ela
E bebi tudo que pude beber
Só pra entender essa sede de viver

Vai derramando a mágoa no mundo
Magoada não vá embora tão cedo
Medo, segredo, enredo de fé
Não sou nada sem ela
Nada sem ela

Vai derramando a mágoa no mundo
Magoada não vá embora tão cedo
Medo, segredo, enredo de fé
Não sou nada sem ela
Nada sem ela

Ela é vida, pura vida
Ela é vida, pura vida
Ela é vida, pura vida
Ela é vida, pura vida

(Água, tenho sede; sede, mata)

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: A. Urêa / Hugo G / Tine / Yuri R. · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Fernando
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.