Mande uma carta para mim de onde estiver
E pergunte se algo mudou
Eu lhe direi: - Lembra o Mangue? Pois é
Lá não tem nada
Não tem nada
Tudo acabou

Pobre Mangue
Pobre Mangue
Pobre Mangue
Pobre Mangue

Mande uma carta registrada, por favor
Porque senão o correio vai dizer que extraviou
E se esquecer de perguntar “o nosso Mangue, como está?”
Não tem nada
Mas tudo acabou

Pobre Mangue
Pobre Mangue
Pobre Mangue
Pobre Mangue

E eu queria ter a Zona só pra mim
Todas elas vestidas de azul
E eu armado caminhava tão feliz
A cada passo um abraço de uma nova meretriz

Yeeh, Pobre Mangue
Pobre Mangue (wah, haw)
Pobre Mangue
Yeeeh
Yeee-heh

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir