Uma onda pode vir do céu
Imponderável como as nuvens
E cair no dia feito um véu

Ou a tampa de um ataúde
E nada impede que se afundem
Neo-atlântidas e arranha-céus

Ou que nossas cidades-luzes
Submersas se tornem mausoléus
Em arquipélagos, os ilhéus

Pisarão ruínas ao lume
Do mar, maravilhados e incréus
E devotados a insolúveis

Questões, espuma, areia, fúteis
E ardentes caminhadas ao léu

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Antônio Cícero / Zé Miguel Wisnik · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Júlia
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.