The Curse

And the people went into their hide, they oh
From the start they didn't know exactly why
Winter came and made it so look alike, look alike
Underneath the grass would grow, aiming at the sky

It was swift, it was just, another wave of a miracle
But no one, nothing at all would go for the kill
If they called on every soul in the land on the move
Only then would they know a blessing in disguise

The curse ruled from the underground down by the shore
And their hope grew with a hunger to live unlike before
The curse ruled from the underground down by the shore
And their hope grew with a hunger to live unlike before

Tell me now of the very soul that look alike, look alike
Do you know this stranglehold covering their eyes?
If I call on every soul in the land on the move
Tell me if I'll ever know a blessing in disguise

The curse ruled from the underground down by the shore
And their hope grew with a hunger to live unlike before
The curse ruled from the underground down by the shore
And their hope grew with a hunger to live unlike before

A Maldição

E as pessoas foram para seus esconderijos
No começo elas não sabiam exatamente porquê
O inverno chegou e se tornou tão parecido, parecido
Debaixo da grama cresceria, visando ao céu

Foi rápido, foi apenas mais uma outra onda de um milagre
Mas ninguém, de jeito nenhum iria para matar
Se eles chamaram cada alma na terra em movimento
Então só eles saberão o que é uma benção disfarçada

A maldição dominava do subsolo à margem do mar
E sua esperança cresceu faminta de viver diferente de antes
A maldição dominava do subsolo à margem do mar
E sua esperança cresceu faminta de viver diferente de antes

Diga-me agora da própria alma, que são parecidos, parecidos
Conhece essa opressão cobrindo seus olhos?
Se eu chamar em cada alma na terra em movimento
Diga-me se eu nunca vou conhecer uma bênção disfarçada

A maldição dominava do subsolo à margem do mar
E sua esperança cresceu faminta de viver diferente de antes
A maldição dominava do subsolo à margem do mar
E sua esperança cresceu faminta de viver diferente de antes

Original Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Agnes Obel · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Iago, Traduzida por Justareflektor, Legendado por Débora
Viu algum erro na tradução? Envie sua correção.