Planície de Prata

Almir Sater

exibições 6.107

O Sol se foi sem pressa
Deixou o céu quase sem luz
Até que veio outra estrela
Brincar com meus olhos nus
Não soube a resposta certa
Assim a solidão me traduz
Meu coração de poeta
Guardei, nem sei mais onde pus
A lua é uma porteira aberta
Planícies de prata onde me perdi
Secreta foi a serenata
Saudade maltrata
Jamais te esqueci

Add a playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir