Me Voy

Yo te amaba, tú fingías
Como un ángel me tratabas
Como si fuera, yo, tu único…
Ser…

Yo me creía tus mentiras
Y tú reías a mi espalda
Y robabas lo mejor, ladrón…
Tú…

Y hoy te digo que yo
Te di toda mi fuerza, mi ilusión
Y en cambio me dejas
Sola, confusa
Y llena de desilusión

El dolor
Que dejaste al pisar mi corazón
Si crees que eres tú
Ya verás, cuando vuelvas aquí… ¡Uoh!
Se irá el dolor

Y tu sombra me persigue
Me asfixia y me rompe
El fantasma que ahora eres…
Tú…

¡Siempre fuerte!... ¡Siempre débil!
¡Terminar, regresar, nada es estable!
¡Y yo rompo el vicio!
¡Aquí!

Y hoy te digo que yo
Te di toda mi fuerza, mi ilusión
Y en cambio me dejas
Sola, confusa
Y llena de desilusión

El dolor
Que dejaste al pisar mi corazón
Si crees que eres tú
Ya verás, cuando vuelvas aquí… ¡Uoh!
Se irá el dolor

No hay nada que decir, ya no tienes que mentir
Trágate tu vil traición… ¡Ya me voy!
No existe un perdón, no existimos tú y yo
No aguanto tu actitud ¡Ya me voy!

Lo que ves es lo que soy…
Lo que ves ya se marchó… ¡Oh!

Y hoy te digo que yo
Te di toda mi fuerza, mi ilusión
Y en cambio me dejas
Sola, confusa
Y llena de desilusión

El dolor
Que dejaste al pisar mi corazón
Si crees que eres tú
Ya verás, cuando vuelvas aquí… ¡Uoh!
Se irá el dolor…

Se irá el dolor…

Vou Embora

Eu te amava, você fingia
Como um anjo você me tratava
Como se fosse, eu, seu único...
Ser...

Eu acreditava nas suas mentiras
E você ria às minhas costas
E roubava o melhor, ladrão...
Você...

E hoje te digo que eu
Te dei toda minha força, minha ilusão
E em troca me deixa
Só, confusa
E cheia de desilusão

A dor
Que deixou ao pisar meu coração
Se acredita que é você
Já verá, quando voltar aqui... Uoh!
A dor se vai

E sua sombra me persegue
Me asfixia e me quebra
O fantasma que agora é...
Você...

Sempre forte!... Sempre fraco!
Terminar, voltar, nada é estável!
E eu quebro o vício!
Aqui!

E hoje te digo que eu
Te dei toda minha força, minha ilusão
E em troca me deixa
Só, confusa
E cheia de desilusão

A dor
Que deixou ao pisar meu coração
Se acredita que é você
Já verá, quando voltar aqui... Uoh!
A dor se vai

Não há nada que dizer, já não tem que mentir
Engole a sua vil traição... Já vou embora!
Não existe um perdão, não existimos você e eu
Não aguento sua atitude? Eu vou embora!

O que você vê é o que sou
O que você vê já foi embora... Oh!

E hoje te digo que eu
Te dei toda minha força, minha ilusão
E em troca me deixa
Só, confusa
E cheia de desilusão

A dor
Que deixou ao pisar meu coração
Se acredita que é você
Já verá, quando voltar aqui... Uoh!
A dor se vai...

A dor se vai...

Original Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Kara DioGuardi / Mauri Stern. Essa informação está errada? Nos avise.
Enviada por Leticia. Legendado por Thais. Revisão por gabriela. Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais posts