Me Hipnotizas

Ayer decidi que ya
No jugarás más conmigo
Que no seré una tonta contigo
Que han sido demasiadas
Lágrimas por ti

Y decidi que no me
Encerraré a otro domingo
Mientras tu bien padre
Con tus amigos y yo junto
Al telefono esperando por ti

Te dire infeliz pues quien
¿Te dará mis carícias?
¿Quien procurará tus sonrisas?
Quien como yo y quien como yo
¿Con tanto amor?

Y digo hasta aqui, cara a cara
Como amo tu cara
Frente a frente y mirando tus ojos
Tus intensos ojos tus divinos ojos
Tus hermosos ojos que hacen suspirar
Y este rayo mortal que vien y se acerca
Me toca, me atrapa, me eleva

Me hipnotizas
Y caigo ante ti de rodillas
Hay algo en tus ojos que amo
Amo tus ojos cuando me miran

Me hipnotizas
Y pido perdón arrepentida
Hay algo en tus ojos que amo, amo
Te amo, amo, te amo, mi amor

Otra vez aqui ya sé que
Tu a mi no me convienes
No entiendo como es
Que me convences yo de
Nadie me dejo y tu te burlas de mi

Te diré infeliz pues sin mí no tendrás alegría
¿Como yo quién te dará su vida?
¿Quién? ¿Como yo? ¿Quién? ¿Como yo?
Con tanto amor

Y digo hasta aqui, cara a cara
Como amo tu cara
Frente a frente y mirando tus ojos
Tus intensos ojos tus divinos ojos
Tus hermosos ojos que hacen suspirar
Y este rayo mortal que vien y se acerca
Me toca, me atrapa, me eleva

Me hipnotizas
Y caigo ante ti de rodillas
Hay algo en tus ojos que amo
Amo tus ojos cuando me miran

Me hipnotizas
Y pido perdón arrepentida
Hay algo en tus ojos que amo, amo
Te amo, amo, te amo, mi amor

Me hipnotizas, me hipnotizas
Me hipnotizas, me hipnotizas
Me hipnotizas, me hipnotizas
Me hipnotizas, me hipnotizas

Me hipnotizas
Y pido perdón arrepentida
Hay algo en tus ojos que amo, amo
Te amo amo, te amo, mi amor

Me Hipnotiza

Ontem decidi que você
Não jogará mais comigo
Que não serei uma tonta contigo
Têm sido muitas
Lágrimas demais por você

E decidi que não vou me
Trancar outro domingo
Enquanto seu bom pai
Com seus amigos
E eu junto ao telefone esperando você

Te digo infeliz, pois quem
Te dará minhas carícias?
Quem procurará seus sorrisos?
Quem como eu, quem como eu
Com tanto amor?

E digo até aqui, cara a cara
Como amo tua cara
Frente a frente e olhando seus olhos
Teus intensos olhos divinos olhos
Teus bonitos olhos que me fazem suspirar
E este raio mortal que vem chegando
Me toca, me pega, me levanta

Me hipnotiza
E eu caio para você de joelhos
Há algo em seus olhos que amo
Amo seus olhos quando me olham

Me hipnotiza
E eu peço perdão arrependida
Há algo em teus olhos que amo, amo
Te amo, amo, te amo, meu amor

Outra vez aqui já sei que
Você não me convém
Não entendo como
Você me convence
Eu do nada me deixo e você tira sarro de mim

Te digo infeliz pois sem mim não terá alegria
Como eu, quem te dará sua vida?
Quem como eu, quem como eu
Com tanto amor?

E digo até aqui, cara a cara
Como amo tua cara
Frente a frente e olhando seus olhos
Seus intensos olhos, seus divinos olhos
Seus belos olhos que me fazem suspirar
E este raio mortal que vem chegando
Me toca, me pega, me levanta

Me hipnotiza
E peço perdão arrependida
Há algo em teus olhos que amo, amo
Te amo, amo, te amo, meu amor

Me hipnotiza
Te peço perdão de joelhos
Há algo em seus olhos que eu amo, amo
Te amo, amo, te amo, meu amor

Me hipnotiza, me hipnotiza
Me hipnotiza, me hipnotiza
Me hipnotiza, me hipnotiza
Me hipnotiza, me hipnotiza

Me hipnotiza
E peço perdão arrependida
Há algo em teus olhos que amo, amo
Te amo, amo, te amo, meu amor

Original Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Gloria Trevino. Essa informação está errada? Nos avise.
Enviada por Ana e traduzida por crvlh. Legendado por Thais, Alessandra e Marianny. Revisões por 21 pessoas . Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais posts