Foto do artista Anahí

Desesperadamente Sola

Anahí


Desesperadamente Sola

Nada especial
Cuestión de horas sin tí
Custo para darme cuenta
Que la herida sigue abierta aquí
Que el tiempo no cambia la necesidad
De verme en tus ojos y no hacerme mal

Una constante, imaginarte
Una obsesión es que no paro de pensarte
Una constante, el recordarte
Una obsesión es que me olvide de olvidarte

Desesperadamente sola
Con mi locura enloquecida
Con mi tristeza entristecida
Vacía y sin tí todas las horas del día

Desesperadamente sola
Con mi moral desvanecida
Con mi tristeza entristecida
Vacía y sin tí todas las horas del día

Todo fatal y yo sigo por aquí
Donde no hallo la respuesta
Si mi vida sigue siendo gris
Y nadie comprende la calamidad
De estar encerrada en tanta libertad

Una constante, imaginarte
Una obsesión es que no paro de pensarte
Una constante, el recordarte
Una obsesión es que me olvide de olvidarte

Desesperadamente sola
Con mi locura enloquecida
Con mi tristeza entristecida
Vacía y sin tí todas las horas del día

Desesperadamente sola
Con mi moral desvanecida
Con mi tristeza entristecida
Vacía y sin tí todas las horas del día

Desesperadamente
Con mi locura-mente
Desesperadamente
Con mi locura-mente
Completamente insolvente
Ow!

Desesperadamente sola
(Desesperadamente)
Con mi locura enloquecida
(Con mi locura-mente)
Con mi tristeza entristecida
(Eh, eh, eh, he!)
Vacía y sin tí todas las horas del día
(Todas las horas del día)

Desesperadamente sola
(Desesperadamente)
Con mi moral desvanecida
(Con mi locura-mente)
Con mi tristeza entristecida
(Eh, eh, eh, he!)
Vacía y sin tí todas las horas del día
(Todas las horas del día)

Desesperadamente sola
(Desesperadamente)
Con mi locura enloquecida
(Con mi locura-mente)
Con mi tristeza entristecida
(Eh, eh, eh, he!)
Vacía y sin tí todas las horas del día
(Todas las horas del día)

Desesperadamente sola
(Desesperadamente)
Con mi moral desvanecida

Desesperadamente Sozinha

Nada especial
Questão de horas sem ti
Justamente para me dar conta
Que a ferida segue aberta aqui
Que o tempo não muda a necessidade
De me ver em teus olhos e não me fazer mal

Uma constante, imaginar-te
Uma obsessão é não paro de pensar em você
Uma constante, lembrar de você
Uma obsessão é que me esqueci de te esquecer

Desesperadamente sozinha
Com minha loucura enlouquecida
Com minha tristeza entristecida
Vazia e sem ti todas as horas do dia

Desesperadamente sozinha
Com minha moral desvanecida
Com minha tristeza entristecida
Vazia e sem você, todas as horas do dia

Tudo fatal e eu sigo por aqui
Onde acho a resposta
Se minha vida segue sendo cinzenta
E ninguém compreende a calamidade
De estar presa em tanta liberdade

Uma constante, imaginar-te
Uma obsessão, não paro de pensar em você
Uma constante, lembrar de você
Uma obsessão, é que me esqueci de te esquecer

Desesperadamente sozinha
Com minha loucura enlouquecida
Com minha tristeza entristecida
Vazia e sem ti todas as horas do dia

Desesperadamente sozinha
Com minha moral desvanecida
Com minha tristeza entristecida
Vazia e sem você, todas as horas do dia

Desesperadamente
Com minha louca mente
Desesperadamente
Com minha louca mente
Completamente insolvente
Ow!

Desesperadamente só
(Desesperadamente)
Com minha loucura enlouquecida
(Com minha louca mente)
Com minha tristeza entristecida
(Eh, eh, eh, eh!)
Vazia e sem ti todas as horas do dia
(Todas as horas do dia)

Desesperadamente sozinha
(Desesperadamente)
Com minha moral desvanecida
(Com minha louca mente)
Com minha tristeza entristecida
(Eh, eh, eh, eh!)
Vazia e sem ti, todas as horas do dia
(Todas as horas do dia)

Desesperadamente sozinha
(Desesperadamente)
Com minha loucura enlouquecida
(Com minha louca mente)
Com minha tristeza entristecida
(Eh, eh, eh, eh!)
Vazia e sem ti todas as horas do dia
(Todas as horas do dia)

Desesperadamente sozinha
(Desesperadamente)
Com minha moral desvanecida

Original Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais posts