Es El Amor

De verdad, todo bien
Sólo que estoy echa todo un tres
No preguntes por qué
Si tu nombre pinto en la pared
Llenas todo el espacio
Y aunque no quiera voy siguiéndote a cada paso

No hay cuestión, no hay por qué
Si mis ojos siguen lo que ven
Y tú vives en mí
Eso desde siempre yo lo sé
Cada beso hace estragos
Y si resumo mis cuentas sé que te amo

Es como un grito de sálvese quien pueda
En la locura total y viceversa
Un viva, una explosión
Y una adorada respuesta

Es el amor, que viene y golpea sacudiéndome
Que va entre mis venas revolviéndome
Da golpe tras golpe estremeciéndome
Viene con todo

El amor
Un dulce veneno que invadiéndome
Me amarra a tus ojos elevándome
Me aferra a tu boca sometiéndome
Es el amor

Y no hay nada mejor
Como esto de pensar en ti
Yo me subo a tu tren
Y sin equipaje llévame
En tus manos despacio
Voy hasta el fín del planeta
Y de todo el paso

En mi cabeza haces miles de piruetas
Tienes la llave y vas abriendo puertas
Y aquí en mi corazón, hay un intruso que llega

Es el amor, que viene y golpea sacudiéndome
Que va entre mis venas revolviéndome
Da golpe tras golpe estremeciéndome
Viene con todo

El amor
Un dulce veneno que invadiéndome
Me amarra a tus ojos elevándome
Me aferra a tu boca sometiéndome
Es el amor

Y las razones que tú me das
Están bien, son de más
Son suficientes

Es el amor, que viene y golpea sacudiéndome
Que va entre mis venas revolviéndome
Da golpe tras golpe estremeciéndome
Viene con todo

El amor
Un dulce veneno que invadiéndome
Me amarra a tus ojos elevándome
Me aferra a tu boca sometiéndome
Es el amor

Anahí - Es El Amor (tradução)

De verdade tudo bem
Só que estou cheia tudo um três
Não perguntes por que
Se teu nome pinto na parede
Cheio todo o espaço
E embora não queira vou seguindo-te a cada passo

Não á questão, não á por que
Se meus olhos seguem o que vêem
E tu vives em mim
Isso desde sempre eu sei
Cada beijo faz estragos
E se resumo minhas contas sei que te amo

É como um grito de salve-se quem puder
É a loucura total e vice-versa
Um viva, uma explosão
E uma adorada resposta

É o amor, que vem e golpeia sacudindo-me
Que vai entre minha veias revolvendo-me
Da golpe trás golpe estremecendo-me
Vem com todo

O amor
Um doce veneno que invadindo-me
Me amarra a teus olhos elevando-me
Me prende a tua boca submetendo-me
É o amor

E não á nada melhor
Como isso de pensar em ti
Eu subo no teu trem
E sem equipare me levas
E em suas mãos devagar
Vou ao fim do planeta
E de tudo que passo

Em minha cabeça fazes mil piruetas
Tens as chaves e vais abrindo portas
E aqui em meu coração, á um intruso que chega

É o amor, que vem e golpeia sacudindo-me
Que vai entre minha veias revolvendo-me
Da golpe trás golpe estremecendo-me
Vem com todo

O amor
Um doce veneno que invadindo-me
Me amarra a teus olhos elevando-me
Me prende a tua boca submetendo-me
É o amor

E as razões que tu me das
Está bem, são demais
São suficientes

É o amor, que vem e golpeia sacudindo-me
Que vai entre minha veias revolvendo-me
Da golpe trás golpe estremecendo-me
Vem com todo

O amor
Um doce veneno que invadindo-me
Me amarra a teus olhos elevando-me
Me prende a tua boca submetendo-me
É o amor

Original Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Enviada por Diego. Legendado por Thais. Revisões por 3 pessoas . Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais posts