Foto do artista Bazar Pamplona

Na primeira queda não desista

Bazar Pamplona


A lentidão de um dirigível me fez pensar em flutuar
Não quero mais ser invisível
Hoje eu quis voar
Hoje eu quis voar, voar

Não me aguentou alguém disse:
- Por favor, volta pro chão!

Ei, rapaz, é assim que se faz
Na primeira queda não desista

Eu não sei o que é impossível
Eu sei pousar e decolar
Em aviões sem combustível
Hoje eu quis voar
Hoje eu quis voar, voar

Não se opôs
E eu te disse porque não tire os pés do chão
Ei, rapaz, é assim que se faz
Na primeira queda não desista

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais posts