Eu já não sinto o calor dos teus abraços
Eu já não sinto o sabor dos beijos teus
Eu já não sinto teu olhar seguir meus passos
Desde quando chorei o teu adeus

Eu sinto apenas em meus olhos cheios d'água
A tua imagem me matando de paixão
Sinto no peito a tortura desta mágoa
Que tu deixaste em meu pobre coração

Eu peço à Deus que tu guarde na lembrança
A triste hora que me deste a despedida
E que o destino te reserve por vingança
A mesma dor que ficou em minha vida

Porém querida te confesso a verdade
Eu te desejo tanto sofrimento assim
Para que um dia quase louca de saudade
Arrependida tu voltes para mim

Eu peço à Deus que tu guarde na lembrança
A triste hora que me deste a despedida
E que o destino te reserve por vingança
A mesma dor que ficou em minha vida

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Benedito Seviero / LUIZ DE CASTRO. Essa informação está errada? Nos avise.

Posts relacionados

Ver mais posts