No Other

Stoned once again
How long has it been?
Oh, there can be no other
My ever constant fix
For in the stream which drowns my sin
Oh, there can be no other

Oh, could I be wrong, could I be wrong, oh no
Oh, it's where I fear I belong
Oh, I've lost myself along the way
Oh, yeah, ain't got nothing left to say
I've burnt my bridge to the past
And I buried my broken bones
How I long for what I once had known

Cinder blocks and chains
Laid by the insane
Oh, there can be no other
Worthless to the core
Diseased forever more
Oh, there can be no other

Oh, could I be wrong, could I be wrong, oh no
Oh, it's where I fear I belong
Oh, I've lost myself along the way
Oh, yeah, ain't got nothing left to say
I've burnt my bridge to the past
And I buried my broken bones
How I long for what I once had known

Oh, could I be wrong, could I be wrong, oh no
Oh, it's where I fear I belong
Oh, I've lost myself along the way
Oh, yeah, ain't got nothing left to say
I've burnt my bridge to the past
And buried my broken bones
How I long for what I once had known
How I long for what I once had known
How I long for what I once had known

Haver Outra

Drogada mais uma vez
Quanto tempo fazia?
Oh, não pode haver outra
Minha constante sempre fixa
Para a corrente que afoga meus pecados
Oh, não pode haver outra

Oh, posso estar errado, posso estar errado, oh não
Oh, é onde eu temo, eu pertenço
Oh, eu perdi a mim mesmo no meio do caminho
Oh, yeah, não há mais nada a ser dito
Eu quemei minhas pontes ao passado
E eu enterrei meus ossos quebrados
Como eu desejo pelo que uma vez eu conhecia

Blocos de carvão e correntes
Deitado ao lado da insanidade
Oh, não pode haver outra
Desprezível ao núcleo
Doente para sempre
Oh, não pode haver outra

Oh, posso estar errado, posso estar errado, oh não
Oh, é onde eu temo, eu pertenço
Oh, eu perdi a mim mesmo no meio do caminho
Oh, yeah, não há mais nada a ser dito
Eu quemei minhas pontes ao passado
E eu enterrei meus ossos quebrados
Como eu desejo pelo que uma vez eu conhecia

Oh, posso estar errado, posso estar errado, oh não
Oh, é onde eu temo, eu pertenço
Oh, eu perdi a mim mesmo no meio do caminho
Oh, yeah, não há mais nada a ser dito
Eu quemei minhas pontes ao passado
E eu enterrei meus ossos quebrados
Como eu desejo pelo que uma vez eu conhecia
Como eu desejo pelo que uma vez eu conhecia
Como eu desejo pelo que uma vez eu conhecia

Original Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir