As 13 melhores músicas do Engenheiros do Hawaii

Listas musicais · Por Camila Fernandes

28 de Fevereiro de 2020, às 06:30

Os anos 80 foram um momento de explosão do rock nacional. Bandas surgiram por todos os cantos do Brasil, e algumas delas fazem sucesso até hoje. Foi nessa época que surgiram os Engenheiros do Hawaii, que na verdade eram arquitetos do Rio Grande do Sul. 😅

A banda começou tocando covers em um festival universitário, ficou em atividade por 24 anos e deixou uma lista de sucessos pra ninguém esquecer. 

Engenheiros do Hawaii
Créditos: Divulgação

Além do som do bom e velho rock progressivo, as músicas do Engenheiros são verdadeiras reflexões filosóficas — isso porque o líder da banda, Humberto Gessinger, sempre buscou inspiração em autores como Carlos Drummond de Andrade, Nietzsche e Jean Paul Sartre. Assim fica até difícil listar as melhores músicas, né? Mas a gente arrisca! 😅

Bora conhecer os 13 maiores sucessos do Engenheiros do Hawaii? Você vai saber mais sobre as músicas: 

  • Pra Ser Sincero
  • Refrão de Bolero
  • Infinita Highway
  • Era Um Garoto Que Como Eu Amava Os Beatles e Os Rolling Stones
  • e mais!

As melhores músicas do Engenheiros do Hawaii

Uma lista de letras complexas e cheias de referências!

Pra Ser Sincero

Pra Ser Sincero é aquela música que a gente não consegue saber se é romântica ou triste…

Um dia desses, num desses encontros casuais, talvez a gente se encontre, talvez a gente encontre explicação…

Refrão de Bolero

Como é o Refrão de Bolero? Dramático, e ao mesmo tempo sedutor, assim como o coração do compositor nessa música. 

Infinita Highway

Infinita Highway é uma música completamente inspirada na filosofia de Jean Paul Sartre. O trecho a dúvida é o preço da pureza, por exemplo, é uma frase da obra O Muro, de Sartre.

Somos Quem Podemos Ser

Somos Quem Podemos Ser é sobre autoconhecimento e aceitação, sobre as descobertas que fazemos sobre o mundo e o nosso lugar nele.

Era Um Garoto Que Como Eu Amava Os Beatles e Os Rolling Stones

Apesar de ter ficado famosa na voz do Engenheiros do Hawaii, Era Um Garoto Que Como Eu Amava Os Beatles e Os Rolling Stones não é deles! 

Na verdade a versão original é italiana, gravada pelo cantor Gianni Morandi, e a primeira versão em português foi gravada pelo grupo Os Incríveis na década de 60. 

Dom Quixote

Esse nome não é à toa! Dom Quixote é inspirada no personagem da obra de Miguel de Cervantes, o eterno cavaleiro atrapalhado, que tentava fazer o bem mas sempre acabava causando confusão.

Piano Bar

Piano Bar é uma das músicas mais emblemáticas do Engenheiros do Hawaii, e ainda traz a assinatura do Rio Grande do Sul com a palavra guria, algo que a gente quase nunca vê em músicas. 

Ontem à noite, eu conheci uma guria

3×4

Por que o nome dessa música é 3×4? Não sabemos, mas talvez seja porque ela nos instiga a mostrar a verdade, ser o que realmente somos, assim como na temida foto 3×4. 🙆

Terra de Gigantes

Terra de Gigantes traz uma bela crítica social ao falar sobre a juventude e sua apatia ao caos do mundo. 

Nessa terra de gigantes, que trocam vidas por diamantes, a juventude é uma banda numa propaganda de refrigerantes

Toda Forma de Poder

Pra quem pensa que Terra de Gigantes já é uma crítica forte ao meio político, Toda Forma de Poder é ainda mais explícita. 

A música remete aos episódios de autoritarismo que sempre terminam mal na história.

Toda forma de poder é uma forma de morrer por nada

Eu Que Não Amo Você

Eu Que Não Amo Você é de uma fase mais madura do Engenheiros, que traz bem visíveis (ou audíveis) as influências do folk rock e da MPB.

Até o Fim

Permanece o eterno dilema: será que Até o Fim é ou não é sobre a história do grupo, que teve várias formações, sempre com músicos indo e vindo? 

O que sabemos é que, de fato, Humberto Gessinger ficou até o fim!

Se depender de mim, eu vou até o fim. Voando sem instrumentos ao sabor do vento

O Papa É Pop

O Papa É Pop foi inspirada na tentativa de assassinato do Papa João Paulo II, que aconteceu no dia 13 de maio de 1981.

Como a música diz, o Papa levou um tiro à queima roupa, o pop não poupa ninguém.

Saiba mais sobre o Engenheiros do Hawaii

Tudo começou em 1984, quando Humberto Gessinger, Carlos Stein, Marcelo Pitz e Carlos Maltz estudavam Arquitetura na Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Os quatro amigos decidiram formar o grupo para participar de um festival na faculdade

Engenheiros do Hawaii
Créditos: Divulgação

Na época havia uma espécie de “rivalidade” entre os estudantes de Arquitetura e os de Engenharia, que, pelo hábito de usar bermudas de surfista, eram chamados de engenheiros do Hawaii, e foi daí que nasceu o nome da banda

A primeira mudança na formação já aconteceu logo em 1985, com a saída do guitarrista Carlos Stein, que foi substituído por Augusto Licks. A banda permaneceu estável até 1994, quando houve uma nova mudança nos integrantes — de muitas que aconteceriam nos anos seguintes. 

Humberto Gessinger, do Engenheiros do Hawaii
Créditos: Divulgação

A última formação do grupo teve Gláucio Ayala como percussionista, Fernando Aranha na guitarra, Pedro Augusto nos teclados, e o eterno Humberto Gessinger nos vocais. Humberto foi o único músico que permaneceu do começo ao fim da banda, se consagrando como líder dos Engenheiros

Continue na vibe do Engenheiros do Hawaii

Depois dessa lista de sucessos, você já deve ter percebido como as letras do grupo são incríveis e cheias de inspiração. Que tal conferir nossa seleção de frases do Engenheiros do Hawaii?

Frases Engenheiros do Hawaii