Tudo sobre o desfile das escolas de samba de São Paulo

Geral · Por Érika Freire

23 de Janeiro de 2020, às 06:30

Que rufem os tambores, pois o carnaval de SP promete agitar os foliões com o desfile das escolas de samba que ocorre nos dias 21 e 22 de fevereiro.

Desfile da escola Mocidade Alegre em 2019
Desfile da escola Mocidade Alegre em 2019 / Créditos: Divulgação

O sambódromo do Anhembi irá abrir alas para que as escolas do Grupo Especial encantem com muito samba e muitos momentos especiais. Dentre esses, teremos: uma homenagem aos negros, a importância do feminismo, a história de Jesus, a construção da China e muito mais.

Os temas abordados pelas escolas já nos dão uma pequena mostra do que vem por aí. Se você gosta de virar a madrugada assistindo ao desfile, confira tudo o que vai rolar!

Ordem do desfile das escolas de samba de SP

Neste ano, o carnaval será no dia 25 de fevereiro, mas, para muitos, a festa já começa na sexta-feira, 21. É também nesse dia que começa o tão aguardado desfile das escolas de samba.

Acadêmico do Tatuapé 2018
Desfile da escola Acadêmico do Tatuapé em 2018 / Créditos: Divulgação

Em São Paulo, as escolas do grupo especial desfilam nos dias 21 e 22 de fevereiro e tem muita coisa boa programada entre os temas deste ano.

Em 2019, a grande campeã foi a Mancha Verde, que venceu o carnaval pela primeira vez. A escola homenageou a avó de Zumbi dos Palmares, Aqualtune, princesa africana que lutou pelos negros na época da escravidão.

Mancha Verde 2019
Desfile da escola Mancha Verde em 2019 / Créditos: Divulgação

Se você não quer perder nadinha do que vai rolar no sambódromo do Anhembi, vem com a gente e confira tudo sobre o desfile 2020!

Desfiles de sexta – 21 de fevereiro

As escolas que irão desfilar no dia 21 de fevereiro são:

Barroca Zona Sul

Inaugurando a avenida no dia 21, a Barroca Zona Sul é a primeira escola a desfilar com o enredo Benguela… a Barroca Clama a Ti, Tereza.

O tema é uma homenagem à Tereza de Benguela, líder quilombola do Mato Grosso no século XVIII.

Depois de 15 anos no grupo de acesso, a Barroca Zona Sul promete vir com tudo no carnaval 2020, trazendo como rainha de bateria a musa fitness Renata Spallicci.

Tom Maior

Com o enredo É Coisa de Preto, a segunda escola a se apresentar na sexta-feira é a Tom Maior. 

O objetivo é mostrar a miscigenação do Brasil e abordar o quanto o povo negro foi e é importante para a construção do país. 

Em 2019, a escola ficou em 12º lugar e neste ano a Tom Maior traz uma mensagem direta para que os jovens conheçam um pouco mais sobre a história do país.

Dragões da Real

Seguindo com o desfile de SP, a Dragões da Real será a terceira escola a entrar na avenida com o tema A Revolução do Riso: A Arte de Subverter o Mundo Pelo Divino Poder da Alegria

Tânia de Oliveira vem como rainha da bateria e o desfile tem ainda mais uma homenagem: a despedida de Simone Sampaio, rainha da bateria da escola desde 2012 .  

Em 2019, a Dragões foi a vice campeã. Neste ano, a escola vem falando sobre a importância dos Doutores da Alegria.

Mancha Verde

A campeã do carnaval 2019 faz uma homenagem a Jesus Cristo com o tema Pai! Perdoai, Eles Não Sabem o Que Fazem!.

Viviane Araújo segue como rainha, fazendo o seu 16º carnaval pela escola.

A ideia da Mancha Verde é trazer uma reflexão a respeito da sociedade atual através da mensagem bíblica.

Acadêmicos do Tatuapé

A quinta escola a desfilar será a Acadêmicos do Tatuapé, fazendo uma homenagem para a cidade de Atibaia com o enredo O Ponteio da Viola Encanta… Sou Fruto da Terra, Raiz Desse Chão… Canto Atibaia do Meu Coração.

O tema surgiu inspirado na palavra de origem Tybaia, que significa águas mansas e faz uma referência à cidade do interior de SP.

A ideia é falar sobre a simplicidade de viver no interior.

Império de Casa Verde

O Líbano é o tema que a Império de Casa Verde traz para a avenida com o enredo Marhaba Lubnãn, contando um pouco sobre a cultura libanesa.

O responsável foi o carnavalesco Flávio Campello e como rainha da bateria estará Valeska Reis.

X-9 Paulistana

Um mergulho nas batucadas das regiões do Brasil.

Esse é o objetivo da X-9 Paulistana ao abordar o tema Batuques Para Um Rei Coroado, fechando a noite dos desfiles de sexta-feira.

Será uma viagem na cultura da batucada, abordando as tradições de cada região. Como destaque, Juju Salimeni anima a escola como rainha da bateria.

Desfiles de sábado – 22 de fevereiro

Agora, as escolas que irão desfilar no dia 22 de fevereiro:

Pérola Negra

O povo cigano será representado pela Pérola Negra, que traz para a avenida o tema Bartali Tcherain – A Estrela Cigana Brilha na Pérola Negra.

A Pérola Negra estava há dois anos desfilando pelo grupo de acesso e, neste carnaval, abre os desfiles da noite de sábado com uma homenagem aos ciganos.

De acordo com o carnavalesco Anselmo Brito, o tema veio como uma promessa à padroeira dos ciganos, Santa Sara Kali.

Colorado do Brás

O rei de Portugal, Dom Sebastião, será o grande homenageado da segunda escola a desfilar, Colorado do Brás, com o enredo Que Rei Sou Eu? 

Camila Prins complementa a festa como madrinha LGBT da escola.

Gaviões da Fiel

Loucas paixões e inesquecíveis casos de amor: esse será o tema que a Gaviões da Fiel apresenta no desfile das escolas de SP.

O enredo Um Não Sei Quê, Que Nasce Não Sei Onde, Vem Não Sei Como e Explode Não Sei Porquê fala sobre os amantes e seus desafios para viverem suas paixões mais loucas.

Mais um ano, Sabrina Sato segue como rainha da bateria e o carnavalesco responsável é Paulo Barros. 

Fizemos uma análise do samba-enredo 2020 da Gaviões. Vem conferir!

Mocidade Alegre

A conexão com o universo e o poder feminino será o tema central da Mocidade Alegre, com o enredo Do Canto das Yabás Renasce Uma Nova Morada.

Aline Oliveira continua no comando como rainha de bateria e o responsável é o carnavalesco Edson Pereira, que faz a sua estreia na Mocidade Alegre.

Águia de Ouro

Nem uma, nem duas, mas sim três rainhas de bateria agitam o desfile da Águia de Ouro, que vem com o tema O Poder do Saber! Se Saber É Poder, Quem Sabe Faz a Hora, Não Espera Acontecer.

O comando é do carnavalesco Sidney França e a ideia é trazer para a avenida o poder da sabedoria humana, mostrando como o pensamento pode transformar a sociedade e o mundo. 

Unidos de Vila Maria

A China é a grande homenageada da Unidos de Vila Maria com o enredo China: O Sonho de Um Povo Embala o Samba e Faz a Vila Sonhar.

A sexta escola a entrar na avenida na noite de sábado vem trazendo os dragões chineses, símbolos de fartura e prosperidade.

Rosas de Ouro

Encerrando a noite de desfiles, a Rosa de Ouro apresenta o tema sobre a revolução industrial com o enredo Tempos Modernos.

A grande novidade será o primeiro robô a desfilar no carnaval em realidade aumentada.

A Rosas de Ouro traz a rainha de bateria Ana Beatriz Godói no lugar de Ellen Roche e vai abordar a relação do homem com as máquinas.  

Escolas de samba do Rio de Janeiro

O carnaval 2020 tem programação para todas as idades e gostos, e muita gente conta as horas para assistir aos desfiles.

Para ficar ligado na programação nacional, confira também as principais informações sobre o desfile das escolas de samba do Rio de Janeiro. Quem será a campeã?

escolas de samba rio de janeiro