A bebida, o fumo, o do do rapé, dança pajé!

Feiticeiro, curandeiro, Mandingueiro, cabojeiro, Transcendental
Trás a magia, alquimia, bruxaria, energia do teu ancestral
O teu olho de boiúna que assusta, tua pele tem a luz que ofusca o breu
(Ele ver aquilo que ninguém consegui ver) Monstro vorazes
(Ele ver aquilo que ninguém consegui ver) estranhos que falam

Dança na mata tocando tambor, acende teu fumo com luz do sol

Incorpora!
Ele nada com os peixes, Caruana. Ele corre com feras, nas campinas
Ele vôa com os ventos das rapinas. Ele anda pelos sonhos, te alucina
Ele cura tua tribo, das bragas. Ele avisa tua tribo, da tocaia
Ele é a lança de fogo, que dispara. Da Fera anhagá, ele guarda

Ele fala com as almas

(Maté caá anga anagé açã arrani tertica anã terica che ayme koap)

Que comece a pajelança!

Afasta o espírito perturbador

Expulsa o espírito perturbador

Tira os males da tribo Pajé

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais posts