Vidigal, capitão-mor
Liberta o meu amado
Liberta o meu amado
Que eu lhe dou prisão melhor

No meu corpo encarcerado
Entre grades e carícias
Ficará trancafiado
O teu soldado de milícias
Teu soldado de milícias
E meu sargento de malícias

Eu lhe abrirei a porta
Do céu de minhas primícias
E ele logo subirá
A teu tenente de milícias
A teu tenente de milícias
Meu capitão de malícias

E de noite em nossa cela
Na prisão de mil delícias
Ele será promovido
A teu major de milícias
Teu major de milícias
Meu coronel de malícias

Ao usar certas perícias
Requintadas de sevícias
Já será meu coronel
Teu general de milícias
Teu general de milícias
Meu marechal de malícias

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir