Foto do artista Celso Viáfora

Quando Vi Meu Pai Chorar

Celso Viáfora


Meu pai chorou
Escondido no fundo do quartinho
Um cavaleiro embaixo do moinho
Me deu um puta dum pavor
Chão afundou
O mundo imenso e eu pequenininho
Mais assustado do que um passarinho
Depois que o galho se quebrou
O ninho foi e ele ficou

Meu pai chorou
E eu rasguei a imagem do santinho
Porque deus me pareceu mesquinho
Em ter cometido o desalinho
De criar a dor e pôr espinho
Até mesmo no sentir carinho
É cruel sofrer de amor

Meu pai chorou
E dessa vez não tinha sido o vinho
Ninguém tocava um samba do paulinho
Não tinha um filme arrasador
Sol apagou
Seu olho azul ficou azul-marinho
Seu corpo imenso algo tiquititinho
Que olhou pra mim e disfarçou
Mas, de pouquinho, se entregou

Meu pai chorou
Tudo em mim fez um redemoinho
Ele, ali, no chão sujando o linho
Foi a vez que fiquei mais sozinho
Sem pelé deixei de ser coutinho
Sem seus pés entrei por um caminho
Nunca mais parei de andar

Lembro do meu pai me pegando a mão
Lembro do meu pai dando a decisão
Lembro do meu pai sempre ser meu pai
Sempre ter seu brilho
Eu virei seu filho
Quando vi meu pai chorar

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir