exibições 64.461

Taí, agora é minha
Botar gás e rodar, rodar
Com os manos apavorar
Nós somos a minoria
Mas nós vamos a diante
O que a vida me ensinou
Me torno um gigante
Memória de elefante
Eu sou assim
Eu sou folgado
Eu dou um ollie
Eu pulo hidrante
E se tiver que ser
Vai ser o que vier
Carro, droga, treta, mulher

Nós tamo aí, nóis é ralé
Mas tamo aí pro que vier
Nós tamo aí, nóis é ralé
Mas nós não somos Zé Mané, é
Nós tamo aí dando um rolé
Nós tamo aí, nós é ralé
Mas nós não somos Zé Mané, é

Você se assusta com o barulho também
O bagulho vem que vem
Vem pulando, bombando, quicando
Passa por cima
Não fica marcando
Os gangueiro
Os pano em cima
No compasso da rima
Os elementos
Curtindo o som lá dentro
Livre como o vento
Ritmo pesado
Forte, lento
O jogo vira
Eu sei o que eu tô falando... (Charlie Brown Jr!)
A magia é assim
Aqui a vida é assim
A vida é tudo pra mim
Não duvide de mim
Eu vivo de fazer
Não, não vivo de falar
Sei bem de onde vim
Sei bem qual o meu lugar
Saindo da vala
Pra mais alta escala
Rolé no meu BM
Rolé no meu Impala
Saindo da vala
Prá mais alta escala
Domínio da idéia e da fala
No terminal Santana
Esperava o Vila Rosa
Horto
Vila Obertina
Vou pra Vila Aurora
Vou andar de skate na Ibirapuera
Vou cair pra noite
Vou cantar uma sincera
Meu Deus
Como foi louco aquele show lá em Itaquera
Norte, Sul, Leste, Oeste
Vírus do RAP, é a peste
Cada vez mais a banca cresce
Eu sou discípulo da espécie (caralho!)

Add a playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir