Sigo cantando pros meus manos
Nunca mais desistirem dos seus sonhos
Nossos anjos e demônios falam, realizando esses mesmos calam
É impossível dar fim pra aqueles que não param, os que perguntaram

Se eu tava bem, me vendo longe de tudo que amo
Sem família pra comemorar, sem fim de semana com os mano
Olhando tudo o que eu vivi no último ano
É impossível que não esteja feliz com meus ganho
Pelo menos tentando
Elas me pedem chance enquanto eles querem meu lugar
Sei bem quem correu por mim lá, uh
A inveja de alguns me atingiu no peito
E a minha resposta pra quem quer meu fim são minhas asas
No fim de tudo é meu voo quem fala por mim
Tenho os irmãos que ainda chora de emoção comigo e a saga permanece a mesma
Não confiem no irmão que não chega a amigo
Eu tenho os meus por mim
Somos inimigos do fim, yeah, yeah, uh (inimigos do fim)

Sigo cantando pros meus manos
Nunca mais desistirem dos seus sonhos
Nossos anjos e demônios falam, realizando esses mesmos calam
É impossível dar fim na aqueles que não param, não param
Sigo cantando (sigo cantando) pros meus manos
Nunca mais desistirem dos seus sonhos
Nossos anjos e demônios falam, realizando os mesmos calam
É impossível dar fim pra aqueles que não param, os que perguntaram eu tô bem

E, e os que perguntaram eu tô bem (eu tô bem)
E, e os que perguntaram eu tô bem melhor que antes
Os que perguntaram eu tô bem, eu tô bem
E aos que perguntaram eu tô bem melhor que antes, bem melhor que antes

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir