Pode até falar que nada aconteceu
Mas o seu olhar não me engana
Te conheço bem melhor que qualquer um
Demorou pra levantar da cama

Se arrumou depressa e nem me beijou
Disse o eu te amo que já decorou
Me deixou perdido
Não me olhou nos olhos ao tomar café

Me encarou por menos de um segundo
Um beijo gelado pra se despedir
Num silêncio que dizia tudo
Entrou no seu carro e ligou o som
Se do Djavan foi saindo do tom, ao te ver partir

Eu sei que deve estar com ele agora
Só de imaginar meu peito chora
Eu não vou te ligar nem procurar saber
Fique a vontade pra me esquecer
Eu vou te confessar, perdi meu chão agora
Difícil acreditar que você foi embora
Eu fui ligando os fatos até perceber
Que vou tentar continuar a vida sem você

Não me olhou nos olhos ao tomar café
Me encarou por menos de um segundo
Um beijo gelado pra se despedir
Num silêncio que dizia tudo
Entrou no seu carro e ligou o som
Se do Djavan foi saindo do tom, ao te ver partir

Eu sei que deve estar com ele agora
Só de imaginar meu peito chora
Eu não vou te ligar nem procurar saber
Fique a vontade pra me esquecer
Eu vou te confessar, perdi meu chão agora
Difícil acreditar que você foi embora
Eu fui ligando os fatos até perceber
Que vou tentar continuar a vida sem você

Eu sei que deve estar com ele agora
Só de imaginar meu peito chora
Eu não vou te ligar nem procurar saber
Fique a vontade pra me esquecer
Eu vou te confessar, perdi meu chão agora
Difícil acreditar que você foi embora
Eu fui ligando os fatos até perceber
Que vou tentar continuar a vida sem você
Sem você

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais posts