Foto do artista Costa Gold

Com a Mala (part. Dudu)

Costa Gold


Hoje eu fui sair na trama
No corre da grana
E ela passou mal (por quê?)
Ela chora, me liga e reclama
Que eu saí da cama e ela quer meu pau
Ela gosta, ela faz esse drama
No fundo, ela ama esse bandido mau
Que no corre do rap é patrão
E já fez um milhão com menos de um real

Eu saio pra volta com a mala
Ela gosta das roupa mais cara
Sei como é difícil fazer acontecer
Hoje eu vou dar prazer pra essa gata
Bandido brinda essa taça
Quem merece, sabe, não é de graça
Hoje eu posso ter tudo que eu quiser
Ter só lazer pros irmão de quebrada

Eu saio pra volta com a mala
Se ela gosta das roupa mais cara
Sei como é difícil fazer acontecer
Hoje eu vou dar prazer pra essa gata
Bandido brinda essa taça
Quem merece, sabe, não é de graça
Hoje eu posso ter tudo que eu quiser
Ter só lazer pros irmão de quebrada

Essa é minha vida
Nessa batida
Rap, família
Eu faço por onde os fracos se escondem
Eu não nasci ontem
Já ganhei a maldade de longe
Em busca lá
Tô tranquilo igual Monge
Cês quer falar que tão rico aonde?
Só não envolver minha família
Se não fi, quer bater com um rinoceronte?
O brick, o bang
Já deu e desce
É assim, rapidin' que acontece
Ela fica em cima se anoitece
As vadia pira porque eu sou o rap

(Mano, quer fazer as rima e é tão trash
E alguém me disse que tá com cash)
Quer falar de mim e nem me conhece
Quer viver minha vida, mas não consegue

Saio pra volta com a mala
Ela gosta das roupa mais cara
Sei como é difícil fazer acontecer
Hoje eu vou dar prazer pra essa gata
Bandido brinda essa taça
Quem merece, sabe, não é de graça
Hoje eu posso ter tudo que eu quiser
Ter só lazer pros irmão de quebrada

Me paga ou me apaga do telefone
Que eu resolvo ao vivo, ainda melhor que show
Eu não sou legal, esquece meu nome
Se tocar na minha grana cê vê quem sou
Tô de Lone Ranger
Atropelando os cone de fuga nos homem
Nenhum me alcançou
Inimigos falam que copiam
Choram, não acompanham, avanço
Eu acelero flow

10K na Louis
Muda sua vida ou te faz mudar
Joga a dez, eu mudo a pergunta
Tipo Bruno Henrique em outro patamar
Já viu meu time em campo que eu sei
Te vi vibrando e ainda quer brigar
Tudo bagulho frustrado
Só não falo minha calça pois vão pensar (haha)
Yeah
Polícias gritando, para aqui
De longe eu ouvi
Perguntou da mala dela e vi
Tá com a nota aí?
Mostrei, ele pediu pra abrir
Respondi que fardado
Eu só converso com o advogado e fim

Soco na Muringa, que se foda
Tá de frente com os tiranossauro
Bala que sobe e bunda que desce
Polícia se sobe nunca mais desce
Becos e vilas, é a Vila Pompeia
BF é o time da quebrada que fala
Cê sabe que o Shaktar da Oeste
Várias função pra eu não me esquecer
Liga o Sanado
Danado
Nathan tá trancado
Com cinco mil puta fumando
Envelope lá dentro do AP
Envelopado querendo beber
Três dia virado bebendo com o Z
Se o beat é do Nine ela pede pra ver
Se o beat é do Nox, desliga a TV
Se o flow é Predella, os maluco quer ter
Se o flow é do Nog, manda a concorrência
Preparar feijão que vai ter que comer

Eu saio pra volta com a mala
Ela gosta das roupa mais cara
Sei como é difícil fazer acontecer
Hoje eu vou dar prazer pra essa gata
Bandido brinda essa taça
Quem merece, sabe, não é de graça
Hoje eu posso ter tudo que eu quiser
Ter só lazer pros irmão de quebrada

Eu saio pra volta com a mala
Se ela gosta das roupa mais cara
Sei como é difícil fazer acontecer
Hoje eu vou dar prazer pra essa gata
Bandido brinda essa taça
Quem merece, sabe, não é de graça
Hoje eu posso ter tudo que eu quiser
Ter só lazer pros irmão de quebrada

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir