Foto do artista Costa Gold

Resenha (part. Chayco e Kant)

Costa Gold


Yeah, ahn
Se eu tô mal, o que cê tem com isso?

[Chayco]
Yeah, yeah
Que tal resenha de bandido?
Tá legal, o que eu tenho é proibido
Ilegal que eu faço paralelamente
Tá normal, resenha de bandido
Ayy, então que tal resenha de bandido?
Tá legal, o que eu tenho é proibido
Ilegal que eu faço paralelamente
Tá normal, resenha de bandido

[Nog]
Tá perplexo no apartamento, repleto de pensamento
É complexo, então fala memo, pro sexo te falta tempo
Cê não quer, ou não tá tendo? É disléxico, dá o papo reto
Se eu pego pra dar um, aí fica sério, seu prego, então só vai vendo
Sempre tem um pela saco que tem inveja da banca e fala que faz rap
Sempre tem a mina que cola na fita e que finge que gosta de rap
Sempre tem um mano que já passa um pano pro mano que sabe que deve
E eu fico de canto evitando quem só tá falando e fazendo meu cash
Tá ficando cego, esse ego destrói, cuidado que a peça é meu toy
Não prego uma peça, eu faço o que peça, uma prece
Sem dó meu cérebro, rap corre na artéria esse rap
Que corre e afeta a matéria, essa é a nova era decreta pros boy
Ei, eu não sei qual que é da fita, talvez é por causa das mina
Talvez é por causa das rima, talvez é corrente que brilha
E eu fico pensando e ligando meus pontos, se pá que essa porra é minha vida
Então se essa porra é minha vida, ó, com a minha vida não se brinca

[Chayco]
Yeah, yeah
Que tal resenha de bandido?
Tá legal, o que eu tenho é proibido
Ilegal que eu faço paralelamente
Tá normal, resenha de bandido
Ayy, então que tal resenha de bandido?
Tá legal, o que eu tenho é proibido
Ilegal que eu faço paralelamente
Tá normal, resenha de bandido

[Kant]
Suas rimas tão sem conexão, cê quer que eu rotie o note? Não?
Olha que hostil, note, não tem mais Porsche, você já reviu o pote
Liguei o tio nog, oh, yeah, oh, shit
Fuck you, okay
Hoje é dia de killshot, sou um legista, farei um sutil corte
Sei que estourei e vocês não curtiu, norte, teve outros MC's que fugiu, sorte
Pra não morrer fingiu morte, teve que correr quando viu o porte
O fim dos tempos ainda é resort, vou te exterminar
Vai ser pior do que ver sua ex terminar com você
Os dente vai descer logo após
Ver o sangue escorrer e cê ainda sorrir, hihi, sorte
Usando panos nunca usado, manos nunca usando manos
Só fazendo planos pra ganhar os placos
Crânio trincando, eu tô swingando
Não possuo engano, nessa bitch eu gamo quando põe meu jaco
Leve, coração frio como a neve, leve
O que cê pensa de mim guarde onde não se atreve abrir
Pouco pra minhas treta, louco na caneta
Foco na minha letra, depois fuck you nas buceta

[Chayco]
Yeah, yeah
Que tal resenha de bandido?
Tá legal, o que eu tenho é proibido
Ilegal que eu faço paralelamente
Tá normal, resenha de bandido
Ayy, então que tal resenha de bandido?
Tá legal, o que eu tenho é proibido
Ilegal que eu faço paralelamente
Tá normal

[Predella]
Então, ô playboy, cala a boca e dá um trago desse cigarro
Limpa a bosta do nariz e desencosta do meu carro
Que eu tô de pé desde as oito, sete e meia ou seis e pouco
Eu represento os trabalhador e os traficante e os camelô e os pé de barro, ah
Predella matou, então vem na tabela, porém não se esqueça que eu faço gol
Morena tão bela olhando o Predella, fumando uma vela no meio do show
Essa cena é forte, não tá na novela, na tela só sigo naquela
De fazer o que eu sempre fiz que é matar MC com speed flow
Wow, wow, dentro do gol quadrado
Flow cravado, doutorado, sou sagrado
Comparado aos MC mais destacado
E Kant, depois desses verso, cê tá contratado
É um espetáculo se eu tô no palco
Não é o show do milhão não, isso aqui é o show de quem vai ficar milionário
Dedo médio, fuck Bolsonaro
Quer pôr na mesa o meu argumento contra o seu e ver a real de quem que é o mais otário
Fumando puma pra que a inveja suma
Louvando Deus, aqui a casa é sua
Honrando os meus, ouvi teu som, cê diz fodão e não é porra nenhuma
É um monte de flow sem conteúdo, quer uma punch? Eu te empresto uma
Tacando fogo nos MC Candy Shop
Mostrando pra esses puto como que faz hip-hop
Fumando mais que hippie, eu grito mais do que cantor de rock
Isso é Predella, é só olhar os boy ficando em choque
É porque a cena pediu isso, a quebrada pediu isso
Cê sabe, geral pedindo isso
Pode ter cordão de ouro, diamante e carro novo
Só não pode se esquecer que o rap ainda é compromisso (Sabota vive)

[Chayco]
Yeah, yeah
Que tal resenha de bandido?
Tá legal, o que eu tenho é proibido
Ilegal que eu faço paralelamente
Tá normal, resenha de bandido
Ayy, então que tal resenha de bandido?
Tá legal, o que eu tenho é proibido
Ilegal que eu faço paralelamente
Tá normal, resenha de bandido

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Caio Nog / Lucas Predella / Kant / Chayco. Essa informação está errada? Nos avise.
Enviada por Júlia. Revisões por 2 pessoas . Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais posts