Foto do artista Dance Of Days

Comerciais de cigarro

Dance Of Days


Sob a lua cheia te fiz mil promessas de sol
pra iludir a sombra.
Me fiz santo de argila
e te enchi de contos sobre a vida
e de como seria olhar pra frente.

Não me joga na água quente,
nem me bota de ponta cabeça
pra ver se eu te arrumo alguém melhor que eu.

Alguém que não te deixe
tão García Márquez, feito personagem
de Cem Anos de Solidão.
Você quer voar, mas eu só sei contar estórias
que não mais te encantam.

Em nossa aldeia há tanta gente,
sozinha amontoada
e correndo...
Passando entre os carros só pra ver
comerciais de cigarro na TV.

Às vezes a gente fica assim,
mesmo sem motivo, e quer andar por aí.
Às vezes a gente não sabe o que quer,
mas sabe como é, e quer muito mesmo assim.
E é engraçado ver
que tudo sempre esteve aqui
mas a gente achava que estava tudo errado.

Hoje é assim,
você aí longe de mim,
aqui do meu lado.
Tão García Márquez, feito personagem
de Cem Anos de Solidão.
Você quer voar, mas eu só sei contar histórias
que não mais te encantam.

Em nossa aldeia há tanta gente,
sozinha amontoada
e correndo...
Passando entre os carros só pra ver
comerciais de cigarro na TV

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir