The Fatalist

Eventually they'll come
Your name has been called
Out for aeons
To claim the blood
And salvage what remains

For once we've seen the fragile nature
Of things behind these windows
Where nothing lives
And nothing ends

And seen what drives the hopeless
In between their closing yellowed walls

The day has come
You are the fatalist
The day has come
You are the fatalist
You walk on soil that dreams of blood

How can we fight fatigue?
In pre-historic sorrow?
When all is preordained
The cycle never ends

What once had been an endless realm
Of possibility and dream
Now laid to waste and ruin
Laid to waste again
You wash your hands in blood

You squander time
We borrow from eternity
Is it another lame excuse?

The day has come
You are the fatalist
The day has come
You are the fatalist
You walk on soil that dreams of blood

You are the fatalist

If nothing changes
Then nothing ends

Your thoughts are broken
Your reasoning is flawed
The defense is just an act
And lies are all you've got

You are the fatalist
You are the fatalist

How easy we can see?
Defeat behind your argument
The fatalistic smile

The day has come
You are the fatalist
The day has come
You are the fatalist
You walk on soil that dreams of blood

The day has come
The day has come
You walk the ground that screams for murder

O Fatalista

Eventualmente, eles virão
Seu nome tem sido chamado
durante eras
Para reivindicar o sangue
E salvar o que resta

Pela primeira vez vimos a natureza frágil
Das coisas por trás dessas janelas
Onde nada vive
E nada termina

E ver o que movimenta a esperança
entre suas paredes de encerramento amarela

O dia chegou
Você é o fatalista
O dia chegou
Você é o fatalista
Você anda em solo que sonha com sangue

Como podemos combater a fadiga?
Na tristeza pré-histórica?
Quando tudo está predestinado
O círculo nunca acaba

O que antes tinha sido um reino sem fim
De possibilidade e sonho
Agora colocou a perder e arruinar
Colocado para perder novamente
Você lava suas mãos no sangue

Você desperdiça tempo
Tomamos emprestado desde a eternidade
É outra desculpa esfarrapada?

O dia chegou
Você é o fatalista
O dia chegou
Você é o fatalista
Você anda em solo que sonha com sangue

Você é o fatalista

Se nada mudar
Então, nada termina

Seus pensamentos são quebrados
Seu raciocínio é falho
A defesa é apenas um ato
E as mentiras são tudo que você tem

Você é o fatalista
Você é o fatalista

O quão fácil é o que podemos ver?
Derrota atrás de seu argumento
O sorriso fatalista

O dia chegou
Você é o fatalista
O dia chegou
Você é o fatalista
Você anda em solo que sonha com sangue

O dia chegou
O dia chegou
Você anda no chão que grita por assassinato

Original Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir