Quero ser dono do meu amanhã
Ando no tempo com meus pés no chão
E a multidão não me deixa estar só
Horas vazias me lembram sua voz

Palavras são só versos no papel
Mas podem ser inferno ou céu

Palavras são só versos no papel
Mas podem ser

Ouço o que você diz
Mas não te entendo mais
O silêncio aqui
Já levou minha paz
O começo e o fim
Até vejo os sinais
E se for pra seguir
Nunca é tarde demais

Não é tarde demais
Não é tarde demais

Quero ser dono do meu amanhã
Ando no tempo com meus pés no chão
E a multidão não me deixa estar só
Horas vazias me lembram sua voz

Palavras são só versos no papel
Mas podem ser inferno ou céu

Palavras são só versos no papel
Mas podem ser

Ouço o que você diz
Mas não te entendo mais
O silêncio aqui
Já levou minha paz
O começo e o fim
Até vejo os sinais
E se for pra seguir
Nunca é tarde demais

Não é tarde demais
Não é tarde demais

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir