Eu venho de muito longe
Na batida do samba
Eu quero sambar, eu quero sambar, eu quero sambar
Nhém-nhém-nhém-nhém-nhém
(bis)

É o micróbio do samba
Que não me deixa sossegar
Pega firme, moçada
Agora é que o samba não pode parar!
Olalá!

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir