exibições 40

Meu Mundo Sertão

Duduca e Dalvan


Quem não sonhou
Em ver a lua prateando as matas
E se encantou
Com melodias de uma serenata

Viola chora
Seu ponteado pela noite afora
Descompassando as batidas do meu coração

Maravilhoso é viver lá no sertão
A vida brota como brota a plantação
Felicidade mora ali
Tudo é tristeza desde que parti
O meu sertão esqueço não
A natureza faz parte do coração

Tem cachoeira lá no grotão
Uma varanda e um violão
Este é o meu mundo, este é o meu chão
É minha vida, é minha vida

Quem não sonhou
Em ver a lua prateando as matas
E se encantou
Com melodias de uma serenata

Viola chora
Seu ponteado pela noite afora
Falando coisas de amor e solidão

Quem não sonhou
Em ver a lua prateando as matas
E se encantou
Com melodias de uma serenata

Viola chora
Seu ponteado pela noite afora
Descompassando as batidas do meu coração

Tem cachoeira lá no grotão
Uma varanda e um violão
Este é o meu mundo, este é o meu chão
É minha vida, é minha vida

Quem não sonhou
Em ver a lua prateando as matas
E se encantou
Com melodias de uma serenata

Viola chora
Seu ponteado pela noite afora
Falando coisas de amor e solidão

Quem não sonhou
Em ver a lua prateando as matas
E se encantou
Com melodias de uma serenata

Viola chora
Seu ponteado pela noite afora
Descompassando as batidas do meu coração

Viola chora
Seu ponteado pela noite afora
Descompassando as batidas do meu coração

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir