Skyline Pigeon

Turn me loose from your hands
Let me fly to distant lands
Over green fields, trees and mountains
Flowers and forest fountains
Home along the lanes of the skyway

For this dark and lonely room
Projects a shadow cast in gloom
And my eyes are mirrors
Of the world outside
Thinking of the ways
That the wind can turn the tide
And these shadows turn
From purple into grey

For just a Skyline Pigeon
Dreaming of the open
Waiting for the day
He can spread his wings
And fly away again

Fly away, skyline pigeon, fly
Towards the dreams
You've left so very far behind
Fly away, skyline pigeon, fly
Towards the dreams
You've left so very far behind

Let me wake up in the morning
To the smell of new mown hay
To laugh and cry, to live and die
In the brightness of my day

I want to hear the pealing bells
Of distant churches sing
But most of all please free me
From this aching metal ring
And open out this cage towards the sun

For just a Skyline Pigeon
Dreaming of the open
Waiting for the day
He can spread his wings
And fly away again

Fly away, skyline pigeon, fly
Towards the dreams
You've left so very far behind
Fly away, skyline pigeon, fly
Towards the dreams
You've left so very, so very far behind

Pombo Ao Horizonte

Livre-me de suas mãos
Deixe-me voar para terras distantes
Sobre verdes campos, árvores e montanhas
Flores e fontes naturais
Para casa, ao longo das rotas do horizonte

Pois este quarto escuro e solitário
Projeta uma sombra de tristeza
E meus olhos são espelhos
Do mundo lá fora
Imaginando numa maneira
Que possa ocorrer uma mudança de rumo
E estas sombras alterarem
De roxo para cinza

Para apenas um pombo ao horizonte
Sonhando com a liberdade
Esperando pelo dia
Em que ele possa abrir suas asas
E voar alto e longe novamente

Voe longe, pombo ao horizonte, voe
Em direção aos sonhos
Que você há muito tempo deixou para trás
Voe longe, pombo ao horizonte, voe
Em direção aos sonhos
Que você há muito tempo deixou para trás

Deixe-me acordar de manhã
E sentir o cheiro do feno recém-cortado
Para sorrir e chorar, para viver e morrer
No esplendor do meu dia

Eu quero ouvir os sinos ressonantes
Que distantes igrejas tocam
Mas, antes de tudo, por favor me liberte
Destas algemas dolorosas
E abra esta gaiola em direção ao Sol

Só para um pombo ao horizonte
Sonhando com a liberdade
Esperando pelo dia
Que ele possa abrir suas asas
E voar para longe novamente

Voe longe, pombo ao horizonte, voe
Em direção aos sonhos
Que você há muito tempo deixou para trás
Voe longe, pombo liberto, voe
Em direção aos sonhos
Que você há muito, muito tempo deixou pra trás

Original Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Bernie Taupin / Elton John. Essa informação está errada? Nos avise.
Legendado por Renato e Willians. Revisões por 18 pessoas . Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais posts