Eternal Eleanor

Listen ye, Eternal Eleanor
Your sweet and lukewarm elegance
Is a spoon of sunny mornings touch

Listen ye, Eternal Eleanor
Caress us with your mellow voice
Embrace us in your summer clutch

All the lads are cozying up
With your unerring smile
Under star full sky they dance until the dawn light

The steps are drawings circles
And the chants turn into laughs
All the hamlet's praising your beauty bright

You Lady of briars, vampire, feeding all your sons
You queen of charisma, enigma for all the wicked ones
You porcelain siren, in silence you blow away the sins
Portrait of a witch

Come to me, Eternal Eleanor
Your kindness is like Noel gift
Smells of herbs in market ways

Come to me, Eternal Eleanor
Mistress of a distant age
You tempt the meeks to disobey

The commoners are celebrating
On mid-summer's eve
Our rituals gather all the souls united

Down the yards, into the gardens
Lightened by the Moon
We contemplate the vastness of the sky

You Lady of briars, vampire, feeding all your sons
You queen of charisma, enigma for all the wicked ones
You porcelain siren, in silence you blow away the sins
Portrait of a witch

You Lady of briars, vampire, feeding all your sons
You queen of charisma, enigma for all the wicked ones
You porcelain siren, in silence you blow away the sins
Portrait of a witch – a witch
A witch

Eterna Eleanor

Escute-me, eterna Eleanor
Sua elegância doce e morna
É uma carícia nas manhãs ensolaradas

Escute-me, eterna Eleanor
Acaricie-nos com sua voz suave
Abrace-nos no seu aperto de verão

Todos os rapazes estão se divertindo
Com seu sorriso infalível
Sob o céu cheio de estrelas, eles dançam até a luz do amanhecer

Os passos são desenhados em círculos
E os cantos se tornam risos
Toda a aldeia está elogiando sua beleza

Você senhora de sarças, vampira, alimentando todos os seus filhos
Você rainha do carisma, enigma para todos os iníquos
Sua Sereia de porcelana, em silêncio você sopra os pecados
Retrato de uma Bruxa

Venha para mim, eterna Eleanor
Sua bondade é como um presente de Noel
E cheiros de ervas no mercado

Venha para mim, eterna Eleanor
Senhora de uma idade distante
Você tenta os mansos a desobedecer

Os plebeus estão comemorando
Na véspera do meio do verão
Nossos rituais reúnem todas as almas unidas

Descendo dos quintais, nos jardins
Iluminados pela Lua
Contemplamos a vastidão do céu

Você senhora de sarças, vampira, alimentando todos os seus filhos
Você rainha do carisma, enigma para todos os iníquos
Sua Sereia de porcelana, em silêncio você sopra os pecados
Retrato de uma Bruxa

Você senhora de sarças, vampira, alimentando todos os seus filhos
Você rainha do carisma, enigma para todos os iníquos
Sua Sereia de porcelana, em silêncio você sopra os pecados
Retrato de uma Bruxa - Uma Bruxa
Uma bruxa

Original Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Dicionário de pronúncia


Posts relacionados

Ver mais posts