Send My Fond Regards To Lonelyville

Elvis Perkins


Send My Fond Regards To Lonelyville

Send my fond regards to Lonelyville
I'm staying in my well-appointed valley on the hill
Oh, I'll grow hale on seawater, a son on the honey milk
And leave something to loneliness, Sweet William will

I once was there to find the girl, that mystic morning's eve
There in the shade with all things up its leaves
Waking to the marvel, to be northern, to be free
You can hear the sound of southern bells follow where she please

Some with the forked tongues they'd love again to unlearn
Some for a heart, a brushed yet stainless urn
You see some say for a spell, well it's the last they're seen or heard
But for all the night falls for each alone, each alone will yearn

Now say hello to the blind king
He was two hands younger and both empty of his queen
In her place the lone spade waltzed right in to a silent hymn
See him bow and bend at twenty one and Jack The Blacksmith's crying
This is how they come to leave their lonelinesses

The weeks will pass in a tennis match before she for him undresses
For so long with no point for the distant mister and the near misses
It will be love, love from above when at length the arrow hisses

Now the waterfall wallpaper clings to its dear life
Our two-d holiday burns clear through the night
The holy lonely lead their piebalds down to the tide
Singing, oh no my heart will not be claimed by the fire

They cast the independent man, his anchor and his spear
First in gold then out the capitol and through the prism of his tears
The moon sets to the great purse of the sea like a folding mirror
As pointed for the promise land the sisters disappear

I set my prayers tonight for Lonelyville
To fall with the snow at that lone window sill
The ghost of the wolf moonlight to fall on Slater Mill
And leave something to loneliness Sweet William will

Send My Regards Fond Para Lonelyville

Enviar meus cumprimentos gosta de Lonelyville
Eu vou ficar na minha vale bem equipados na colina
Oh, eu vou crescer hale na água do mar, um filho com o leite de mel
E deixar algo para a solidão, Sweet William vai

Uma vez eu estava lá para encontrar a menina, véspera aquela manhã místico
Há na sombra com todas as coisas até suas folhas
Acordando para a maravilha, a ser do norte, para ser livre
Você pode ouvir o som dos sinos do sul seguir onde ela por favor

Alguns com a língua bifurcada que adoraria voltar para desaprender
Algumas por um coração, um brushed ainda urn inoxidável
Você vê alguns dizem que por um feitiço, assim é a última que é visto ou ouvido
Mas para toda a noite cai para cada sozinhos, cada um por si só, anseiam

Agora dizer Olá para o rei cego
Ele foi duas mãos mais jovens e os vazios de sua rainha
Em seu lugar a pá solitário waltzed direito em um hino silencioso
Vê-lo curvar e dobrar em 21 e Jack The Blacksmith está chorando
Isto é como eles vêm a deixar suas solidões

A semana vai passar em uma partida de tênis antes de ela para ele se despe
Por tanto tempo sem nenhum ponto para o senhor distantes e os quase acidentes
Será o amor, o amor de cima quando finalmente a seta assobios

Agora o papel de parede cachoeira se apega à sua vida querida
Nossas férias de dois d queimaduras claras durante a noite
Os solitários santo levam suas piebalds até a maré
Cantar, oh no meu coração não vai ser pedida pelo fogo

Lançaram o homem independente, a sua âncora e sua lança
Primeiro em ouro, em seguida, fora a capital e através do prisma de suas lágrimas
A lua se põe à bolsa grande do mar como um espelho dobrável
Como apontado para a terra prometida as irmãs desaparecem

Eu defini minhas preces esta noite para Lonelyville
A cair com a neve naquele peitoril da janela solitária
O fantasma do luar lobo a cair sobre Slater Moinho
E deixar algo para a solidão Doce William vai

tradução automática via Revisar tradução
Original Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Enviar


Posts relacionados

Ver mais posts