Amor Geral

Fernanda Abreu

exibições 485

Ei, você
Não fica assim
A gente briga mas se ama
Tenta entender o quanto de ódio esconde o amor
E o quanto de amor tá implícito no ódio

A gente briga, mas se ama
Porque somos condenados a amar
Porque somos frágeis criaturas movidas
Por carências irracionais e impulsos sexuais

Impulsos de vida, impulsos de morte
E sabendo que vamos morrer
Sentimos fome de viver
Não é essa a função do amor?
É não deixar esmorecer essa fome de viver

De sobreviver em meio
À pancadaria da infelicidade a granel
Da perdição mental, da paranoica tensão social
No meio dessa briga boa e eterna
Entre o bem e o mal

Toneladas de I love you
Desabam a todo instante nesse mundo
Toneladas de: eu te odeio
Desabam a todo instante nesse mundo
Toneladas de: eu preciso de você
Desabam a todo instante nesse mundo
Toneladas de: tá tudo acabado entre nós
Desabam a todo instante nesse mundo

Mas o que importa
É parar numa esquina e perceber
O gigantesco coração do planeta batendo
Ouçam
O coração do mundo batendo
Gigante coração
Gigante coração do amor
Geral

Add a playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Fausto Fawcett / Fernanda Abreu / Wladimir Gasper · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Lucas
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.