Desesperadamente

Gonzaguinha

exibições 10.211

desesperadamente alegres
no derradeiro riso
boca contorcida num esforço vão
pelo sorriso aberto

desesperadamente calmos
no derradeiro gesto
perna presa meio passo
dança interrompida

no grito agudo em cada peito
do fim da corda do relógio
os pares lentamente param estancam o som da festa
silêncio na programação geral
até que um dedo no painel central
de novo aperte o botão
e os discos tocarão a vida no salão
desesperadamente animarão mais um carnaval

Add a playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir