É solene o momento
Já expirando o ano está
Presto como o pensamento
O que resta passará

Débil sopro é a existência
Breve, efêmera qual flor
Pois somente tem a ciência
Quem ao tempo dá valor

Nome, fama, império, glória
Nada humano fica em pé
Pois só firme é a vitória
Que se alcança pela fé

Néscio o homem que atrás corre
Pra alcançar bens sob os céus
Ai do mísero que morre
Sem achar a paz de Deus!

A insondável eternidade
É bendita por Jesus
Que me dá imortalidade
Gozo eterno, plena luz!

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir