Flor De Loto

Nunca fue tan breve una despedida
Nunca me creí que fuera definitiva
Nunca quise tanto a nadie en mi vida
Nunca a un ser extraño le llamé mi familia

Nunca tuve fe en mi filosofía
Nunca tuve yo ni gurú ni guía
Nunca desprecié una causa perdida
Nunca negaré que son mis favoritas

Esta es mi flor de loto, y yo era su sombra
Esta es mi flor de loto, mi mundo no se aclarará
Tanto vagar para no conservar, nunca nada

Nunca una llama permanece encendida
Nunca aguanté su calor
Nunca más, nunca más de un día
Nunca soporté ser un alma invadida
Hasta que vi frente a mí, por quién yo moriría

Esta es mi flor de loto, y yo era su sombra
Esta es mi flor de loto, mi mundo no se aclarará
Tanto vagar para no conservar. Nunca nada

¿Querrás tu rectificar las líneas de mis manos?
¿Quién esparcirá al azar los posos del café?
¿Y qué decía la bola de cristal cuando echó a rodar?
¿Qué más puedo necesitar? Tengo algo que perder
¡No puedo perder!

Flor de loto, flor de loto, flor de loto
Fácil es buscar; fácil no encontrar

Querrás tu rectificar las líneas de mis manos?
¿Quién esparcirá al azar los posos del café?
¿Y qué decía la bola de cristal cuando echó a rodar?
¿Qué más puedo necesitar? Tengo algo que perder
¡No puedo perder!

Flor de Lótus

Nunca foi tão breve uma despedida
Nunca pensei que era definitiva
Nunca quis tanto em nada em minha vida
Nunca a um ser estranho eu o chamei de minha família

Nunca tive fé em minha filosofia
Nunca tive guru e nem guia
Nunca lamentei uma causa perdida
Nunca negarei, estas eram minhas favoritas

Esta é minha flor de lótus, e eu era sua sombra
Esta é minha flor de lótus, meu mundo não se iluminará
Tanto tentar para não conseguir, nunca nada

Nunca uma chama permaneceu acesa
Nunca aguentei seu calor
Nunca mais, nunca mais que um dia
Nunca lamentei ser uma alma invadida
Até que eu vi em minha frente aquela por quem eu morreria

Esta é minha flor de lótus, e eu era sua sombra
Esta é minha flor de lótus, meu mundo não se iluminará
Tanto tentar para não conseguir, nunca nada

Você irá querer decifrar as linhas da minha mão
Quem adivinhará o azar através dos borros de café?
O que dizia a bola de cristal quando a deixou rodar?
Que mais posso necessitar? Tenho algo a perder
Não posso perder!

Flor de lótus, flor de lótus, flor de lótus
Fácil é buscar, fácil é não encontrar

Você irá querer decifrar as linhas da minha mão
Quem adivinhará o azar através das borras de café?
O que dizia a bola de cristal quando a deixou rodar?
Que mais posso necessitar? Tenho algo a perder
Não posso perder!

Original Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Enrique Bunbury / Joaquin Cardiel / Juan Valdivia / Pedro Andreu · Esse não é o compositor? Nos avise.
Traduzida por Ariana
Viu algum erro na tradução? Envie sua correção.