Tantas Marcas

Hinos Avulsos CCB

exibições 75.228

São tantas marcas
Que eu nem sei por onde começar
Não era um sonho
Eu vivia a chorar
Andava triste, era amargo o meu viver
Porque tanto choro?
Fala pra mim o que está acontecendo, acontecendo

Por muitas vezes eu fui a alegria da multidão
Toquei os hinos e vi minhas forças jogadas ao chão
Me fez valente e vi a multidão inteira sorrir
Mais em quatro paredes
Quem é que estava aqui pra eu ouvir, porque

São tantas marcas
Que eu me prendo aqui neste violão
Porque tu me deste a minha dor nesta canção
Se a alma chora as cordas do violão vibram de dor
Demonstra a dor que a lua do mundo não ocultou
Por muitas vezes eu não quis me aparecer
E meu papel era tristeza, era sofrer, era sofrer

Então às vezes, eu canto só pra me alegrar
Não há palavra e não há poesia, pra você cantar
Então vem se joga em meus braços
Dá o primeiro passo, te solto do laço
Então vem, me dá seu sorriso
O seu desabafo, arranca o seu fracasso, o seu cansaço
Eu sou o amor, eu sou o amor
Eu sou simplesmente o teu Senhor
Te faço pregar, e te dizer, cantar
Mesmo que você esteja com dor, sou eu
Era a madrugada eu te vi assim
E vi um anjo dizendo que sua vida era assim,

São tantas marcas que a solidão de mim se abusou
Eu sei que às vezes erro, mas encubro tudo com amor
São mais do que palavras
São mais do que sentimento
É o começo da grande calma
E se fim dará a voz do tormento
Eu sou a voz do horizonte brilhando, cantando
Trovão verdejando
Eu sou o mar
E seus alvoroços batendo na rocha
Tirando o poeta do mar no sufoco
Eu sou a cor mais linda do pintor mais vivo
Que pinta a vida mesmo sem entender
Eu sou chamado todas as canções
Eu sou aquilo que ninguém vai entender, eu sou

Já não me dá canseira
Consola o teu Senhor
Falar que não vai mais orar
Que não aguenta mais
Sempre a mesma coisa que vai virar
A melodia se afina com a alma
Poesia declara
Eu vou parar de orar
Eu vou parar de tocar
E dizer quem sou para compor aquilo que é chamado Louvor

São tantas marcas
São tantas marcas
Mas eu sou como um anjo tão lindo
Eu posso te libertar
O meu nome é Alegria
Eu só espero Deus me enviar
Eu sou aquele que tinha bandeja
E fiz o jarro de óleo transbordar
Eu sou aquele que encheste de amor
Te visitei, eu te fiz cantar

São tantas marcas
São tantas marcas

Add a playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir