Take Me To Church

Hozier


Take Me To Church

My lover's got humour
She's the giggle at a funeral
Knows everybody's disapproval
I should've worshipped her sooner

If the heavens ever did speak
She is the last true mouthpiece
Every Sunday's getting more bleak
A fresh poison each week

We were born sick
You heard them say it

My church offers no absolutions
She tells me: Worship in the bedroom
The only heaven I'll be sent to
Is when I'm alone with you

I was born sick, but I love it
Command me to be well
Amen, amen, amen

Take me to church
I'll worship like a dog at the shrine of your lies
I'll tell you my sins so you can sharpen your knife
Offer me that deathless death
Good God, let me give you my life

Take me to church
I'll worship like a dog at the shrine of your lies
I'll tell you my sins so you can sharpen your knife
Offer me that deathless death
Good God, let me give you my life

If I'm a pagan of the good times
My lover's the sunlight
To keep the goddess on my side
She demands a sacrifice
Drain the whole sea, get something shiny

Something meaty for the main course
That's a fine looking high horse
What you got in the stable?
We've a lot of starving faithful
That looks tasty
That looks plenty
This is hungry work

Take me to church
I'll worship like a dog at the shrine of your lies
I'll tell you my sins so you can sharpen your knife
Offer me my deathless death
Good God, let me give you my life

Take me to church
I'll worship like a dog at the shrine of your lies
I'll tell you my sins so you can sharpen your knife
Offer me my deathless death
Good God, let me give you my life

No masters or kings when the ritual begins
There is no sweeter innocence than our gentle sin
In the madness and soil of that sad earthly scene
Only then I am human, only then I am clean, oh, oh
Amen, amen, amen

Take me to church
I'll worship like a dog at the shrine of your lies
I'll tell you my sins so you can sharpen your knife
Offer me that deathless death
Good God, let me give you my life

Take me to church
I'll worship like a dog at the shrine of your lies
I'll tell you my sins so you can sharpen your knife
Offer me that deathless death
Good God, let me give you my life

Leve-me À Igreja

Minha amada tem humor
Ela é a risadinha no funeral
Ela sabe que todos desaprovam
Eu devia tê-la venerado mais cedo

Se os céus alguma vez falaram
Ela é a última profetisa verdadeira
Cada domingo fica mais triste
Um veneno fresco a cada semana

Nós nascemos doentes
É o que eles dizem

Minha igreja não oferece absolvições
Ela só me diz: Louve entre quatro paredes
O único paraíso para onde serei enviado
Vai ser quando eu estiver sozinho com você

Eu nasci doente, mas adoro isso
Ordene-me que eu me cure
Amém, amém, amém

Leve-me à igreja
Louvarei como um cão no santuário de suas mentiras
Vou lhe contar meus pecados para você afiar sua faca
Ofereça-me aquela morte imortal
Bom Deus, deixe-me lhe entregar minha vida

Leve-me à igreja
Louvarei como um cão no santuário de suas mentiras
Vou lhe contar meus pecados para você afiar sua faca
Ofereça-me aquela morte imortal
Bom Deus, deixe-me lhe entregar minha vida

Se sou um pagão dos bons tempos
Minha amada é a luz do sol
E para manter a deusa ao meu lado
Ela exige um sacrifício
Drenar todo o mar, pegar algo brilhante

Algo carnudo para o prato principal
Essa arrogância é bem atraente
O que você tem no estábulo?
Nós temos um monte de fiéis famintos
Isso parece saboroso
Isso parece abundante
Esse trabalho é insaciável

Leve-me à igreja
Louvarei como um cão no santuário de suas mentiras
Vou lhe contar meus pecados para você afiar sua faca
Ofereça-me aquela morte imortal
Bom Deus, deixe-me lhe entregar minha vida

Leve-me à igreja
Louvarei como um cão no santuário de suas mentiras
Vou lhe contar meus pecados para você afiar sua faca
Ofereça-me aquela morte imortal
Bom Deus, deixe-me lhe entregar minha vida

Nada de mestres ou reis quando o ritual começa
Não há inocência mais doce do que nosso gentil pecado
Na loucura e imundície desta triste cena mundana
Só então sou humano, só então me torno puro, oh, oh
Amém, amém, amém

Leve-me à igreja
Louvarei como um cão no santuário de suas mentiras
Vou lhe contar meus pecados para você afiar sua faca
Ofereça-me aquela morte imortal
Bom Deus, deixe-me lhe entregar minha vida

Leve-me à igreja
Louvarei como um cão no santuário de suas mentiras
Vou lhe contar meus pecados para você afiar sua faca
Ofereça-me aquela morte imortal
Bom Deus, deixe-me lhe entregar minha vida

Original Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Andrew Hozier-Byrne. Essa informação está errada? Nos avise.
Enviada por Pedro e traduzida por Jessica. Legendado por Ramus e mais 4 pessoas. Revisões por 16 pessoas . Viu algum erro? Envie uma revisão.


Posts relacionados

Ver mais no Blog