Gates Of Tomorrow

Iron Maiden

exibições 14.574

Gates Of Tomorrow

Weaving a thread round your heart and your soul
Decieving your eyes and delaying your goal
Ships in the night when they pass out of sight
Deliver their cargo of eartly delights
To the women and the children the souls of the dead
I've opened their book and no mercy is shed

You want forgiveness and you want it cheap
I don't give redemption rewards for the meek
Suffering evil when you pay the price of fame
There isn't a god to save you if you don't save yourself
You can't blame a madman if you go insane
Give me the strength so I carry on

Trapped in the web but I cut the threads
Show you the gates of tomorrow
Trapped in the web no mercy is shed
Show you the gates of tomorrow
Trapped in the web slaves to the dead
Show you the gates of tomorrow
Trapped in the web but I cut the threads
Show you the gates of tomorrow

Suffering evil when you pay the price of fame
There isn't a god to save you if you don't save yourself
You can't blame a madman if you go insane
Give me the strength so I carry on

Trapped in the web but I cut the threads
Show you the gates of tomorrow
Trapped in the web slaves to the dead
Show you the gates of tomorrow
Trapped in the web no mercy is shed
Show you the gates of tomorrow
Trapped in the web but I cut the threads
Show you the gates of tomorrow

Portões do Amanhã

Tecendo uma teia ao redor de seu coração e sua alma
Enganando seus olhos e atrasando seu objetivo
Navios na noite quando eles passam fora da visão
Entregam sua carga de deleites terrenos
Às mulheres e crianças as almas dos mortos
Eu abri seu livro e não há piedade

Você quer perdão e você quer barato
Eu não dou libertação recompensa para os humildes
Sofrimento quando você paga o preço da fama
Não há um deus para salvá-lo ae você não salvar a si mesmo
Você não pode culpar um homem louco ae você enlouquecer
Dê-me forças para que eu continue

Preso na teia mas eu corto os fios
Mostro-lhe os portões do amanhã
Preso na teia não há piedade
Mostro-lhe os portões do amanhã
Presos na teia, escravos para os mortos
Mostram-lhe os portões do amanhã
Preso na teia mas eu corto os fios
Mostro-lhe os portões do amanhã

Sofrimento quando você paga o preço da fama
Não há um deus para salvá-lo ae você não salvar a si mesmo
Você não pode culpar um homem louco ae você enlouquecer
Dê-me forças para que eu continue

Preso na teia mas eu corto os fios
Mostro-lhe os portões do amanhã
Presos na teia, escravos para os mortos
Mostro-lhe os portões do amanhã
Preso na teia não há piedade
Mostram-lhe os portões do amanhã
Preso na teia mas eu corto os fios
Mostro-lhe os portões do amanhã

Composição: Bruce Dickinson / Janick Gers / Steve Harris · Esse não é o compositor? Nos avise.
Viu algum erro na tradução? Envie sua correção.