É sempre por trás da cortina
O nosso amor na surdina
Faz barulho demais
Ninguém vê ninguém viu
E quem viu mentiu
Deixa tudo em particular

Não se empolga
Mantém escondido do jeito que tá
Não é vergonha de assumir, eu só quero cuidar
Não se empolga
Mantém escondido do jeito que tá, do jeito que tá
Quem não vê nossa felicidade não pode estragar

A gente se assume quando der na telha
Quebra as pernas da inveja alheia
Calma agora, esconde esse sorriso
Se olho gordo percebe é perigo

A gente se assume quando der na telha
Quebra as pernas da inveja alheia
Calma agora, esconde esse sorriso
Se olho gordo percebe é perigo
Não se empolga
Mantém escondido do jeito que tá
Quem não vê nossa felicidade não pode estragar

Ninguém vê ninguém viu
E quem viu mentiu
Deixa tudo em particular

Não se empolga
Mantém escondido do jeito que tá
Não é vergonha de assumir, eu só quero cuidar
Não se empolga
Mantém escondido do jeito que tá, do jeito que tá
Quem não vê nossa felicidade não pode estragar

A gente se assume quando der na telha
Quebra as pernas da inveja alheia
Calma agora, esconde esse sorriso
Se olho gordo percebe é perigo

A gente se assume quando der na telha
Quebra as pernas da inveja alheia
Calma agora, esconde esse sorriso
Se olho gordo percebe é perigo

Não se empolga
Mantém escondido do jeito que tá
Não é vergonha de assumir, eu só quero cuidar
Não se empolga
Mantém escondido do jeito que tá, do jeito que tá
Quem não vê nossa felicidade não pode estragar

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir