exibições 5.370
Foto do artista Joca Martins

O Valor do Cavalo Crioulo

Joca Martins


Quem vive no mato conhece madeira
Quem faz a farinha conhece o monjolo
Quem sabe das voltas da lida campeira
Conhece o valor do cavalo crioulo

Não teme a intempérie, um forte não cansa
Cavalo que sabe o que tem a fazer
É o pingo do pai, do avô, da criança
Valente na lida, fiel no lazer

Na marcha, no freio, no enduro, no laço
Ou no anonimato de alguma invernada
Campeiro e cavalo, com chuva e mormaço
São velhos parceiros de lida e de estrada

Cavalo crioulo se vê nessa imagem
A própria querência que nunca se esgota
Irmão confidente daqueles que trazem
A marca dos loros timbrada nas botas

Por isso este pingo faz parte da gente
Do nobre, do rude, do rei e vassalo
Que mesmo em caminhos dos mais diferentes
Seguimos montados no mesmo cavalo

Cavalo crioulo um tesouro do pago
Tu és o atavismo que nunca tem fim
Que embala a tropilha dos sonhos que trago
Na alma crioula que há dentro de mim!

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir